Por Diogo Travagin em 8 de abril de 2013

Quanto vale o engajamento em mídias sociais?

engajamento redes sociais

– Chefe, temos um problema.

– E qual é o problema, Cidão?

– Nossa fan page. Ela ainda não engrenou. Não temos muitas curtidas e nossas postagens não estão sendo compartilhadas.

– Quantas postagens vocês fazem por dia?

– Dez, senhor. E postamos sobre tudo o que acontece na empresa.

– Tudo?! – o chefe ficou preocupado – Não podemos nos expor desta forma.

– Mas chefe, desculpe, foi o senhor que pediu para que postássemos tudo.

– Tudo, tudo, não. Só o que é interessante mostrar sobre nossa empresa e assuntos relacionados ao nosso ramo.

Neste momento a sala é invadida por outro funcionário.

– Chefe, chefe, eu encontrei a solução para ganharmos curtidas e nossos conteúdos serem compartilhados.

– Qual é a solução, Chico?

– Gatinhos, cachorrinhos, bebês…

– O que?

– Sim. O povo adora. Eu postei uma foto de um filhote de gatinho vestido de palhaço com a frase: Boa Tarde. E deu certo. Tem mais de 20 compartilhamentos e 25 curtidas na foto. Não é demais?

– Cidão, chame o Juca do departamento financeiro e peça que ele venha até a minha sala. Chico, volte para sua sala.

– Sim chefe! – em coro.

___________________

– Chefe, o senhor me chamou?

– Sim, Juca. Faz um favor. Ligue para uma agência especializada e peça um orçamento. Acredito que teremos que contratar alguém que realmente saiba mexer com mídias sociais.

– Sim, chefe.

 

Não é difícil nos depararmos com as situações citadas acima. A não contratação de um especialista no assunto, no caso mídias sociais, pode trazer sérias consequências para a empresa e afastar de vez clientes e futuros clientes. A falta de planejamento em fan pages tem se tornado cada vez mais comuns e como na maioria das vezes não há o retorno esperado (tanto financeiro quanto de disseminação da mensagem postada) é fácil o empresário desacreditar nesta ferramenta e não investir mais.

Em paralelo a isso há também pessoas que acreditam que estão fazendo um bom trabalho e, consequentemente, engajando pessoas e atraindo potenciais clientes, ao postar imagens de bichinhos, crianças, lugares bonitos. Não que isso seja errado, mas pare e pense: só isso faz com que sua empresa seja lembrada? E as informações sobre sua empresa e o ramo que atua, cadê?

Quer postar coisas fofinhas? Ok, poste, mas não com tanta frequência, invista em profissional especializado (ah, mas eu não tenho dinheiro para isso. Pare. Há cursos gratuitos e bons na área. Invista em seu funcionário e o incentive-o a fazer um destes cursos) e faça-o produzir conteúdos interessantes que possam fazer sua postagem se destacar a tantas outras que permeiam as timelines. O que venho observando é ficou mais fácil postar algo que pouco, as vezes nada, a ver com seu ramo ou empresa, apenas para estar no mundo digital. Não pense apenas em estar, pense em se fazer ser visto, questionado e lembrado.

Deixe um comentário

Publicidade