Por Kauê Borges em 24 de abril de 2013

Anti-CARPA, seja grande

seja grande
Isso mesmo, Carpa, aquele peixe que com toda a certeza um amigo seu tem tatuado no braço (rss). Uma curiosidade da Carpa é que ela cresce de acordo com o seu habitat, podendo ficar pequena dentro do aquário, ou gigante dentro de um lago.

Nessas férias (de no máximo 10 dias como todo bom planner) aprendi uma lição que vou levar pra vida inteira. Acredito que pode te ajudar também!
Fui para Araxá, interior de Minas Gerais, e fiquei impressionado com um player do segmento fitness da cidade. Com 96mil habitantes, a cidade conta com 4 academias (natação e fitness) de um mesmo gestor visionário e outra academia concorrente. Conversando com esse gestor das 4 academias sobre a realidade do seu negócio, ele me disse que havia acabado de investir MILHÕES na reforma de apenas 2 de suas unidades.
Eu, com todo o meu egocentrismo por ter vindo de uma cidade maior, fiquei pensando:
E por que diabos, o líder disparado da cidade resolveu investir milhões na empresa se ela já estava consolidada?!?!

Depois de alguns dias com aquilo na cabeça, finalmente entendi:
O líder, seja empresa ou cargo, deve sempre elevar o nível do jogo para manter o seu entusiasmo, e é claro, a satisfação dos envolvidos.

Quem define o seu tamanho é você mesmo, e não o seus stakeholders.
Sua agência, seu chefe, seu cargo, seu salário, seus clientes e seus budgets… Podem ser sua muleta ou seu passaporte para o sucesso, a diferença está em você e na sua próxima grande idéia.

Deixe um comentário

Publicidade