Por Marcelo Cavazzini em 25 de abril de 2013

Saiba como a Starbucks se tornou a número 1 fazendo o mínimo de propaganda

Starbucks-Sign DESTAQUE
Impossível isso acontecer? A resposta é não! Starbucks mostrou ao longo dos anos que isso é totalmente viável se você tiver uma estratégia muito bem definida, mas para entenderem meu ponto, vamos passar por um histórico rápido da marca.

Histórico:

70

Starbucks surgiu em 1971, na cidade de Seattle, como iniciativa de três sócios apaixonados por café. Seu core business era a venda e torrefação de grãos de café de várias partes do mundo.

80

Vários acontecimentos ocorrem nessa década:

82 – Howard Schultz, atual CEO, surgiu na história da empresa como diretor, antes disso ele era um vice-diretor em uma empresa de utensílios domésticos.
85 – Após uma viagem que Howard havia feito para a Itália, ele tentou trazer o conceito da venda do café espresso no balcão, mas a ideia foi rejeitada. Frustrado ele a empresa e funda a Giornali.
87 – Venda da Starbucks (lojas, marca e sistema de torrefação) dos sócios para o Howard

90

Franca expansão nacional e internacional através de Join Ventures

2000

Mais de 6.000 lojas em 30 países, surgia também novos produtos feitos a base do café.

Atualmente

Mais de 15 mil lojas espalhadas pelo mundo, só em 2007 foram abertas 2.571 lojas, uma média de 7 lojas por dia.

A ESTRATÉGIA: O Conceito Starbucks Experience

440px-Starbucks_in_WashingtonDC

Fazer com que os seus produtos evoquem e envolvam as emoções dos consumidores e alimentem as aspirações a uma vida melhor.

Nos Estados Unidos, as lojas da Starbucks são conhecidas como “Terceiro Lugar”, isso pelo fato de os americanos considerarem as lojas como o terceiro lugar preferido de passar o tempo, ficando atrás apenas das suas casas e empresas.

Para a cultura empresarial da Starbucks, é muito sério de que os funcionários devem respeitar e estarem alinhados a missão da empresa:

– Oferecer um ótimo ambiente de trabalho e tratar uns aos outros com respeito e dignidade.
– Apoiar a diversidade como componente essencial da maneira como fazemos negócios.
– Aplicar os mais altos padrões de excelência na compra, torrefação, preparo e entrega do nosso café.
– Gerar clientes entusiasmados e satisfeitos o tempo todo.
– Contribuir positivamente para nossas comunidades e nosso meio ambiente.
– Reconhecer que a rentabilidade é essencial para o nosso sucesso futuro.

Fica evidente para qualquer consumidor que entra em uma loja, o cuidado existente no estabelecimento, pois apesar de presença mundial, todas as lojas Starbucks são iguais à primeira loja em Seattle.

Cada cafeteria está localizada em locais estratégicos de bastante movimentação, além disso, sua decoração é toda voltada para passar um romance, com poltronas macias e aconchegantes.

As lojas também trabalham muito bem aroma de café do ambiente, sendo proibido aos funcionários, o uso de perfumes com fragrâncias fortes que possam inibir e se misturar com o aroma de toda a loja.

Além desses pontos importantes que fazem a loja um lugar tão convidativo, o zelo e cuidado com o cliente é enorme em trata-lo pelo nome, preparar o café como gosta e garantir a satisfação.

Eles promovem o que chamamos de marketing in-store e que ao mesmo tempo gera a experiência com todo ambiente, evidente que a consequência disso fica pelo famoso marketing boca a boca.

Algumas curiosidades da marca e nome:

starbucks logo history

Quando foi criado em 1971, o nome da empresa foi inspirado pelo personagem Starbuck do livro Moby Dick e por isso tem a imagem da sereia no logo.

Em 2011 a Starbucks mexeu pela 4ª vez em seu logo, pela nova estratégia de explorar novos mercados, e não apenas mais o do café, por isso não vemos mais o Starbucks Coffee.

Deixe um comentário

Publicidade