Por Gilberto Júnior em 24 de julho de 2014

Proibido publicidade para crianças: publicidade cada vez mais chata!

publicidade criançaFoto: shutterstock.com

Em um outro artigo, já havia falado sobre a proibição do Conar sobre uma propaganda de uma forma muito sem sentido e por pura falta de senso crítico por parte dos leitores. E agora mais uma, e nem foi do Conar, foi algo muito maior: o veto à publicidade direcionada para crianças. É, queridos amigos, a publicidade está ficando cada vez mais chata e quadrada.

Foi aprovada pela Conanda – Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, que é formado por entidades da sociedade civil e ministérios do Governo Federal, uma proibição a veiculação de propagandas voltadas para o público infantil. O embasamento para tal decisão vem do pensamento de que crianças são muito suscetíveis à publicidade por causa de seu nível de entendimento dos fatos de acordo com sua bagagem de conhecimento e cultura.

Sempre expresso minha opinião a respeito da publicidade brasileira, que é o nosso ganha pão de cada dia e que nos afeta diretamente também, e em todas as vezes que falo sobre o nosso ramo, digo o quanto coisas absurdas e sem sentido acontecem com esse meio. O problema de tirar as veiculações voltadas á criança tira o direito dela de ver algo, querer ou não e ter opinião, tirando isso de sua vida estaremos alienando uma criança em formação de personalidade fazendo com que ela perca o seu senso crítico com suas escolhas e se torne cada vez mais um robô programado. Uma criança não vai parar de assistir à televisão e também não vai parar de consumir conteúdo via internet e isso vai fazer com que ela seja direcionada a perceber publicidade e conteúdo que não é voltado para o seu perfil, fazendo assim com que ela se acostume com produtos e conteúdo adulto em plena infância e em seu estado de formação e presença dessa etapa infantil. O problema com esse público e todas as questões que o envolvem, não são culpa da publicidade, mas sim da formação que a própria família e a escola exercem sobre ela. Mas jogar a culpa na publicidade com certeza é mais fácil.

Uma vez, um amigo me disse que as dificuldades da publicidade ajudam o setor a encontrar mais caminhos e inovar em cima de toda essa proibição. Nunca concordei com isso e não vou concordar nunca.

Deixe um comentário

Publicidade