Por Felipe Ferreira em 5 de junho de 2015

Entenda como o captcha poderá se tornar um novo veículo de mídia

captcha

Que atire a primeira pedra quem nunca perdeu a paciência quando teve que provar não ser um robô. O captcha tem como principal função apresentar um desafio cognitivo com o intuito de diferenciar a atividade humana da atividade de um computador. Porém, apesar de sua utilidade, é extensa a lista de piadas e situações embaraçosas que envolvem seu funcionamento.

Recentemente, o Google desenvolveu um novo sistema de captcha, prometendo um uso menos complicado e maior eficiência na distinção entre homem e máquina. Entretanto, uma nova modalidade de captcha vem ganhando espaço e pode tirar de cena tanto a inovação do Google como os sistemas convencionais. A grande sacada é a possibilidade de agregar propaganda, e pra você entender melhor como o brand captcha funciona, observe o exemplo abaixo.

captcha midia

Como você pode ver, ao invés daqueles códigos complicados, o sistema nos faz uma pergunta de acordo com a imagem apresentada. Tanto a imagem como a pergunta possuem um fundo comercial, que no caso visa divulgar as D-Box e, num segundo plano, a qualidade Cinemark. A eficiência dessa ferramenta entra no momento em que impossível a pessoa ignorar a mensagem transmitida. Ela precisa absorver o conteúdo pra poder concluir, seja lá o que ela estiver fazendo. Sendo assim, a eficiência do brand captcha dispara em comparação a outras ferramentas como os banners digitais ou o tempo de espera nas propagandas em vídeos online.

Como nem tudo é perfeito, é possível que o novo sistema gere manifestações de internautas preocupados com o alto índice de publicidade na rede. Além disso, o captcha tradicional oferece uma infinidade de testes, cada qual com sua resposta única. Já no caso do brand captcha, não é possível elaborar tantos modelos, tendo em vista que os testes devem ser criados de acordo com a campanha publicitária e precisam atingir um target específico. Isso faz com que um mesmo teste com a mesma resposta seja aplicado a um grande número de pessoas, permitindo que, por exemplo, um hacker possa identificar os desafios que estão sendo mais aplicados no momento bem como suas respectivas respostas, e assim inserir os dados em seus programas de spam.

Apesar de eventuais complicações que possam surgir, o brand captcha vem se mostrando um bom mecanismo de divulgação online, sendo muito provável que ele entre no planejamento digital das agências brasileiras.

Deixe um comentário

Publicidade