Por Pedro Zucaroni em 3 de agosto de 2015

Quer abrir uma agência? Veja os 10 maiores desafios.

shutterstock_130609865Imagem: shutterstock.com

A intenção deste post é a de dividir com você a minha experiência e opinião quanto aos maiores desafios enfrentados até o momento em minha jornada como empreendedor. Iniciei as atividades da agência que administro juntamente com mais 02 sócios há 3 anos, na cidade de Santos, litoral de São Paulo.

É claro que estes 10 maiores desafios que citarei podem não ser os mesmos desafios para outros empreendedores, ou até pra você, caso também já tenha iniciado a difícil missão de ir longe com o seu negócio! Cada mercado é um mercado, cada praça é uma praça, cada um tem seu poder de investimento inicial, dentre outros diversos fatores que podem influenciar no nível de dificuldade para chegar lá!

Você vai se perguntar “Lá” aonde!?. Esta resposta a única pessoa que tem é você, tudo depende do tamanho da sua vontade, dedicação e objetivos!

Veja:

1 – Abrir

Desafio já antes mesmo de começar? Sim, claro. Antes de abrir é necessário planejar posicionamento, focos de atuação, estrutura mínima, analisar praça, concorrência, mercado, missão, visão, valores, objetivos a longo, médio e curto prazo, burocracias necessárias, entre outros pontos, além de ter uma boa verba para os investimentos iniciais e um capital de giro.

2 – Primeiros clientes

Você não tem case, não tem carteira de clientes, ninguém conhece a agência, nem você, você é novo, e em resumo, não passa a menor confiança! Como fazer? Cada um tem a sua tática para conseguir estes primeiros clientes, alguns trabalham em troca apenas de portfólio, outros fazem permutas, e há também a tática do “amigos, familiares e leigos”. O começo é sempre o mais difícil!

3 – Administrativo

Você e seu amigo, ambos publicitários geniais, são uma excelente dupla para se unir, somar a verba guardada e ao sair da faculdade empreender, correto? Não! É necessário muito conhecimento administrativo, financeiro, tributário, empresarial, entre outros, para que sejam tomadas sempre as melhores decisões. Caso contrário, vocês podem pagar tributos desnecessários, perder o controle de recebimentos e pagamentos, não saber lidar com bancos, contabilidade, receita federal, e aí o que já é difícil torna-se incontrolável. E obviamente, quanto mais receber e menos gastar melhor para a saúde financeira da sua empresa.

4 – Saturação do mercado

O mercado que atende pequenas e médias empresas é enorme. Diversas agências oferecem serviços semelhantes com diferentes preços e formatos de atuação, e nem sempre este é um serviço realmente profissional, de qualidade, completo, com um bom atendimento, um bom suporte, com a utilização de técnicas e procedimentos profissionais. Nós prezamos pela qualidade, retorno de investimentos, construção e fortalecimento de marca de verdade! Sendo assim, nossos valores são mais altos do que os valores de grande parcela do mercado, o que te desafia a sempre estar atento para saber destacar os seus diferenciais e provar o quanto vale o seu serviço.

5 – Provar retorno

O maior peso para o empresário acreditar que o trabalho vale a pena e continuar investindo na sua agência é a relação: meu investimento < retorno proporcionado. Mas nem sempre é possível provar o efetivo retorno em dinheiro, vendas. Os resultados tem de ser provados, de uma forma ou de outra, cabe a você encontrar como mensurar o retorno do serviço oferecido.

6 – Criar líderes

O autor do livro “O Monge e o Executivo” define a liderança de forma perfeita em minha ótica: Liderança é a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingir objetivos comuns, inspirando confiança por meio da força do caráter. Liderar é a capacidade de influenciar as pessoas para o bem, fazendo com estas contribuam com entusiasmo de preferência com o coração, a mente, a criatividade, a excelência e outros recursos. E assim se tornem as melhores que são capazes de ser. O primeiro passo de um líder é criar novos líderes. Ou seja, fazer todos quererem o bem da empresa quanto você, líder, é um desafio e tanto! Dica: “Se você não acredita no mensageiro, não vai acreditar na mensagem.” Se faça confiável!

7 – Rotina

“O porco engorda sob os olhos do dono?” Pra mim, sim! Você tem de ser o exemplo, se conseguir, chegar antes e ir embora depois de todos! Estar junto, acompanhar! Além de tudo isso, é preciso planejar, analisar, enfim, a rotina de uma agência não é das mais sólidas, sendo assim, você terá de dançar conforme a música. Esteja disposto!

8 – Traçar e alcançar objetivos

Aonde centrar os esforços, talentos e recursos? Como alcançar objetivos? É preciso fazer uma análise de mercado, sentir, escutar e se relacionar com o seu mercado, entender o que ele precisa e pede, assim, você consegue enxergar as melhores oportunidades e se concentrar nas mesmas, pois, não dá para fazer tudo, pelo menos quando se está começando. Defina o seu objetivo e o divida em pequenas etapas para alcança-lo.

9 – Procedimentos e work-flow

É necessário ter organização, manter os procedimentos e o fluxo de trabalho os mais enxutos possíveis, é preciso visar qualidade aliada a produtividade. O tempo vai te mostrar a melhor forma de estabelecer procedimentos para cada processo e os fluxos de trabalho mais eficientes. Este trabalho tem de ser ininterrupto.

10 – Persistir

Esteja preparado para acertos, erros, elogios, críticas, cansaço mental e físico, vitórias, derrotas, fases excelentes, fases ruins, mas continue no caminho da evolução, pois só assim, você vai chegar no “Lá”. Lembra dele? ;)

É isso aí! Encerro enfatizando que existem diversas virtudes necessárias para vencer, mas a maior delas é a dedicação, a vontade extrema de desenvolver. Empreendedores devem ser verdadeiros consigo mesmos quanto as suas competências, fragilidades e deficiências.

E lembre-se, fracasso é não tentar!

Viva a comunicação!

Deixe um comentário

Publicidade
Error, no Ad ID set! Check your syntax!