Por Gabriela Araújo em 17 de dezembro de 2015

10 maneiras de caçar engajamento nas redes sociais – parte 2

shutterstock_275980292Imagem: shutterstock.com

Na primeira lista, falamos de diversas dicas para a criação de posts mais interativos. Porém, existem outras maneiras de conquistar engajamento para a página e, consequentemente, maior visibilidade ao cliente:

1 – Crie abas!

Conhece as famosas abas, ou tabs? Com elas, você pode criar o que quiser: fale sobre a empresa, crie um cardápio interativo, coloque um link do seu site ou de outra rede social – Instagram e Pinterest são muito usados. Aqui, você que manda! Mas se não souber um pouco de HTML, vai precisar da ajuda de um programador.

2 – Use os grupos a seu favor

Quem ai é administrador de um grupo levanta a mão \o/ Poucos sabem, ou aproveitam, a força de um grupo para as marcas. Mesmo que você não seja administrador de um, pode utilizá-los para dar um gás no seu trabalho de duas maneiras.

Se seu nicho é muito específico, encontre grupos que apoiam a causa! Para um hospital, há diversos grupos de portadores de doenças específicas onde você pode divulgar artigos do seu site, como forma de prestar conhecimento (sem ser chato, hein?). Ou se seu cliente vende artigos para cavalos ou gado, existem MUITOS grupos específicos sobre o tema. Seu público está ali, você só precisa interagir com eles e fazê-los se apaixonar pela sua causa!

Se a marca que você trabalha é um cliente grande que já possui sua página nacional ou internacional, você pode criar um grupo para interagir com o público da sua região. Assim, você aproveita o material oficial do cliente e dialoga com seu nicho da maneira correta, sem matar seu próprio cliente criando outra página para sua cidade – pois isso divide o público, além de ser proibido por diversas franquias para manter o branding da marca.

3 – Tenha um blog

É muito importante que seu cliente tenha um blog ou área de noticias no site. Assim, é possível criar artigos que explorem melhor temas que seriam resumidos nas redes sociais. Não tente criar posts absurdamente longos que podiam ser artigos em um blog, os fãs dificilmente lerão mais que três linhas.

4 – Divulgue seu blog!

Ahá! A divulgação do blog é a ponte que seu fã irá cruzar da rede social para o seu site. Se ele clicar no link, é porque está interessado no assunto e, dentro do site, cabe a você fazê-lo se interessar por seu produto ou serviço. Além disso, o Facebook valoriza a entrega de posts em formato de links! É praticamente um combo 2 em 1 para sua marca.

Mas, atenção: nada de títulos chatos! Por mais que o assunto seja sério, o título da matéria deve atrair o fã para o clique gerando, por exemplo, uma dúvida ou expectativa.

5 – Faça publieditoriais

Quando o cliente liberar uma verba extra, pense em publieditorias: pesquise blogueiros que atinjam seu nicho, e que sejam formadores de opinião. Além de ele poder trazer novos clientes e adeptos para a sua marca, também é ótimo para relevância da sua marca no Google ter outros sites, que não o seu próprio, citando seu nome – sejam eles grandes ou pequenos.

6 – Presenteie blogueiros

Se não há verba para publis, há outra opção para conquistar os blogueiros: com presentes! Ofereça seu serviço ou produto, um presente para o blogueiro experimentar e avaliar no blog, e outro para ele sortear para seus seguidores. Blogueiros costumam aprovar essas parceiras, já que os sorteios também rendem diversos novos seguidores a eles.

7 – Sorteios e promoções

Mais uma vez, old but gold. Todo mundo está saturado de promoções mas, usados da maneira correta, podem trazer frutos para sua página. É um recurso acionado quando a marca ou produto é novo e deve ser apresentado para o público, para gerar uma degustação do serviço, conseguir novos likes de maneira rápida, ou até mesmo superar alguma crise que o cliente esteja passando no mundo off-line.

8 – Crie um concurso cultural e se engaje em uma causa social

Se sua marca possui um FEE alto, invista em concursos culturais! A Max Total Alimentos, por exemplo, realiza o concurso Meu Amigo é o Máximo (http://meuamigoeomaximo.maxtotalalimentos.com.br/index.php), que cria um calendário com os animais mais votados pelos próprios fãs. Os participantes pedem votos e, consequentemente, a marca se torna mais conhecida e ganha cada vez mais fãs! Também há o engajamento social, com a doação de uma tonelada de ração para os animais vencedores de ONGs. Que tal criar um concurso em que seus fãs interajam com a sua marca e, de quebra, ajuda uma causa social?

9 – SAC 2.0

Você não aguenta mais ouvir falar em SAC 2.0, mas será que está fazendo esse atendimento da maneira correta? De nada adianta o ótimo trabalho nas redes sociais, se na etapa final o contato direto com o cliente derrapar. Quem responde os questionamentos na página: o cliente, o social media, o redator, ou um time especializado? Fazer interação não é simples como muitos pensam: é necessário bom senso, conhecimento de redação, arquétipo e tom verbal da marca, paciência e jogo de cintura para lidar com os problemas. Não importa o tamanho do cliente e nem quem responda, é preciso incorporar a marca, manter um tom verbal em todas as respostas e saber dialogar com o cliente, seja para resolver um problema, fidelizá-lo ou só agradecer um elogio.

10 – Relatório

O que relatórios têm a ver com engajamento? Ora, tudo! De que adianta você aplicar diversos posts interativos, testar séries, chegar até o SAC 2.0 com excelência e não saber se alguma coisa está dando resultado? O relatório mensal serve para analisarmos o que está dando certo com o nosso público e o que podemos descartar, se nosso engajamento aumentou ou caiu e também se fatores externos da rede podem estar afetando nosso desenvolvimento – por exemplo a exclusão de perfis fakes que o Facebook realizou no começo do ano.  Também é a oportunidade perfeita para mostrar para o seu cliente o resultado desse trabalho árduo, que nós amamos tanto, que é ser social media <3

Deixe um comentário

Publicidade
Error, no Ad ID set! Check your syntax!