Por Fabio Nascimento em 18 de dezembro de 2015

Como planejar sua estratégia de vendas com conteúdo relevante

shutterstock_287504546Imagem: shutterstock.com

Você está procurando um celular novo, mas ante as várias opções do mercado, não sabe qual escolher. Qual o primeiro passo? Procura na internet os modelos disponíveis para suas necessidades. Hoje, independentemente de qual seja a faixa de preço, temos pelo menos 5 celulares diferentes para cada estilo.

Neste sentido, você parte para ver as funções e vantagens de cada um. Como são nomenclaturas técnicas e que muita gente não entende, os reviews são uma excelente fonte de pesquisa. Aí que o conteúdo relevante é fundamental.

Chamamos esta fase de atração ou prospecção. É quando o cliente está procurando informações sobre um determinado produto e acaba vendo seu conteúdo. Se ele for interessante, as chances de venda aumentam muito. Mas apenas ser interessante não basta, ele tem que resolver um problema.

Mas na maioria dos casos, o conteúdo usado nesta fase ainda não acaba convertendo em vendas, principalmente no caso de produtos de tíquete médio mais elevado. Neste sentido, o conteúdo é muito importante para manter o relacionamento.

Se a decisão de compra não aconteceu no primeiro momento, é preciso que o conteúdo seja trabalhado nas fases seguintes do funil (clientes em potencial e negociação). Neste momento, é importante que o conteúdo esteja bem atrelado as demais estratégias de marketing digital, como o remarketing e os links patrocinados.

Tudo isso na verdade pode se resumir a uma ação: estreitar o relacionamento com o cliente.

Se formos resumir o que é o funil de vendas (ou a jornada do consumidor, se preferir), podemos dizer que ela nada mais é do que um relacionamento mais aprofundado. Você primeiramente prospecta quem tem interesse, depois vai trabalhando o relacionamento com este possível cliente, até o fechamento da venda.

Tudo isso precisa ser trabalhado com uma estratégia de conteúdo. Além disso, é muito importante estabelecer os canais de divulgação deste conteúdo. Pode ser via e-mail, nas redes sociais ou em blogs.

Por isso tudo, é fundamental que qualquer estratégia de conteúdo usada para alavancar vendas seja feita de maneira específica. Tudo precisa ser pensado, desde seu público alvo (as personas), até os locais de propagação. Senão, vira apenas propagação de conteúdo sem engajamento.

Muito mais do que alguns propagam por aí, dizendo que basta que o conteúdo seja “bom” para você vender muito, ele precisa ser específico, relevante e atrelado ao que seu público procura. Caso contrário, de nada irá servir usar o marketing de conteúdo!

Deixe um comentário

Publicidade