Por Fabio Nascimento em 8 de janeiro de 2016

Inbound marketing como estratégia para aumentar suas vendas!

shutterstock_254334682Imagem: shutterstock.com

A era em que vivemos é considerada disruptiva, pois muitos conceitos que até então eram tidos como certos, foram questionados fortemente e hoje se mostram ineficientes. A velha máxima de que para um negócio dar certo ele precisa ser visto o tempo todo em propagandas e outdoors já não é mais válida. Não basta ser visto para ser lembrado! Pare e pense em quantos outdoors e propagandas você já “viu” hoje. Foram muitos? Agora me fale de pelo menos um dele, o que dizia e qual era a marca.

Provavelmente você não lembra ao certo como era tal publicidade e muito menos da marca. Com tanta exposição a este tipo de mídia, nosso cérebro tende a “filtrar” somente o que de fato chama a atenção. Como esta era a base do marketing tradicional o outbound, muita coisa foi deixada para trás. Nesta abordagem, é a marca que aborda diretamente o público. Esta prática hoje apresenta milhares de limitações e as empresas que investem apenas nela, acabam tendo resultados pífios.

Por que investir no Inbound marketing para gerar mais vendas?

É possível perceber que praticamente todas as empresas hoje fazem “marketing” (ou na grande maioria dos casos, acham que fazem). Por isso, se sua empresa não tiver uma abordagem diferente, que de fato cative o público, a situação estará bastante complicada. Neste cenário, o Inbound marketing é a modalidade que mais vem ganhando espaço. Isso por que ele faz o caminho inverso do outbound. Ao invés de abordar diretamente o cliente, praticamente o forçando a ver seu produto, sua marca usa de estratégias para que o cliente procure por seu produto.

Numa tradução literal, o Inbound marketing pode ser chamado de marketing de atração. Ou seja, usasse estratégias específicas, para que possamos atrair os clientes para nossa marca e principalmente, por meios que não sejam a venda em si. O Inbound marketing é dividido em 4 fases:

  1. Atração
  2. Conversão
  3. Fechamento
  4. Fidelização

Perceba que o processo é bastante parecido com grande parte dos funis de venda. A diferença primordial está na abordagem. Ao invés de oferecer o produto ou serviço de maneira imediata, sua marca vai sendo mostrada aos poucos. Depois de criado um relacionamento é que partimos para a abordagem de vendas propriamente dita.

Por mais simples que possa parecer, o Inbound marketing é muito efetivo!

Quando você opta por uma determinada marca para fazer sua compra, provavelmente o relacionamento que você construiu é um dos fatores determinantes, não é? Você prefere comprar de alguém que você conhece ou de um completo desconhecido?

O relacionamento é a base do Inbound marketing! Sem ele, nenhuma estratégia dá certo!

Como usar o Inbound marketing para potencializar suas vendas?

De maneira geral, o inbound marketing é amplamente usado nas estratégias de marketing digital. Não que ele não possa ser usado de maneira off-line, mas é no meio digital que mais ele se propaga.

O primeiro ponto para o inbound marketing é a atração dos clientes. E neste ponto, o marketing de conteúdo é a base. Vídeos, textos, e-books e infográficos são usados para atrair os clientes. É importante salientar que na fase de apresentação e atração, você não deve usar estratégias de venda muito agressivas, para não espantar sua audiência.

Forneça conteúdo de qualidade e que agregue valor a seus leads. Este é um bom momento para quebrar as objeções de vendas.

Depois disso, usando de estratégias de conteúdo específico e de remarketing, podemos tornar a venda efetiva. Depois que a venda for realizada, é muito importante que você faça um planejamento de pós-venda, para que haja uma fidelização destes clientes!

O inbound marketing é a maneira mais efetiva de atrair novos clientes, de ter melhores resultados e aumentar suas vendas e fixação de sua marca!

O que achou do Inbound marketing? Deixe seu comentário para que possamos continuar o papo! 

Deixe um comentário

Publicidade