Por Fabio Queiroz em 31 de agosto de 2016

Precisamos falar sobre o Budget

Reprodução da Internet

Reprodução da Internet

Relacionamento com o cliente é um princípio fundamental para exercer a função do atendimento em uma agência de publicidade. Para algumas pequenas agências, ou até mesmo as de porte médio, há um outro desafio: obter a confiança do cliente a ponto dele dizer a quantia da verba pretendida para se gastar em uma ideia.

Para ser sincero, isto deveria ser pré-requisito para iniciar um possível relacionamento com o cliente. Saber o valor de uma ideia é tão importante quanto sua realização. Pensar é a ferramenta dos criativos dentro de uma agência, e cobrá-los para ter ideias extraordinárias, quando nem mesmo o cliente está ciente deste trabalho, é desperdício de tempo e dinheiro.

O Budget representa a valorização dos profissionais de uma agência. Quando você pede a um arquiteto um projeto, ele cobra por toda sua capacitação – então por quê para um publicitário, em pleno 2016, não pode acontecer o mesmo? Clientes sempre buscam resultados, e o que alguns deles não sabem é que as agências também.

Em 2014, a Johnnie Walker rompeu seu casamento de 15 anos com a BBH. A conta valia 40 milhões de dólares anuais. Tal valor representava uma parceria firmada,  mostrava que agência e cliente estavam sintonizados em um trabalho conjunto e de mesmo interesse. A quebra do contrato foi devido a uma nova fase que a marca pretendia seguir e achou melhor mudar de um universo já conhecido para outro a ser descoberto.

Este texto tem apenas a intenção de abrir a discussão sobre a valorização de profissionais de uma agência, e obviamente, o valor em questão não se trata de um Fee mensal, mas dos custos para criação de uma ideia funcional para o cenário que o cliente necessita.

Deixe um comentário

Publicidade