Por Diego Luís em 11 de outubro de 2016

Campanha polêmica para promover feira erótica critica hipocrisia e falso moralismo

A campanha feita para promover o evento Salón Erótico de Barcelona, que é feira temática realizada todos os anos na Espanha, causou muita polêmica nas últimas semanas. No anúncio, a atriz pornô Amarna Miller avalia de forma ácida o falso moralismo e a hipocrisia dentro da sociedade espanhola, embora a crítica sirva perfeitamente para outras nações.

Imagem: Reprodução da Internet.

Imagem: Reprodução da Internet. 

O anúncio, intitulado “Patria”, começa com a protagonista da campanha se apresentando: “Meu nome é Amarna Miller. Eu sou uma atriz pornô e nasci em um país hipócrita, onde as mesmas pessoas que me chamam de puta se masturbam com meus vídeos”.
Após isso, as cenas seguem intercalando com a narrativa: “um país que odeia a corrupção, mas continua votando em ladrões”; “onde a prostituição não é legal, mas a cada ano cresce o número de clientes” ; “um país que acredita ser aberto e tolerante, onde um árbitro recebe ameaças de morte por ser gay.” 

O filme, que também coloca o dedo na ferida de outras questões que costumam gerar polêmica como aborto, imigração, pornografia e religião, se encerra com a seguinte frase Sim, nós vivemos em um país repulsivamente hipócrita, mas alguns de nós ainda não se renderam”. Confira:


Deixe um comentário

Publicidade