Por Diego Luís em 8 de março de 2017

6 campanhas incríveis que respeitam as minas

Chegamos a Março de 2017 (dois mil e dezessete) e, infelizmente, ainda é comum ouvir discursos machistas que inferiorizam a participação da mulher na sociedade. Por isso, o Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de Março, ganha cada vez mais importância na luta das mulheres por melhores condições de vida, trabalho e respeito.

Não é à toa que a expressão “respeita as mina!” virou um poderoso símbolo na luta das mulheres contra o machismo e assédio. A frase foi utilizada em diversas campanhas pelo Brasil com intenção de combater o machismo, assédio e a violência contra mulheres.

Compreendendo a importância desse contexto histórico, as marcas estão cada vez mais participativas e engajadas quanto à participação e representatividade da mulher na sociedade e se mobilizam com ações e campanhas para defender e desconstruir estereótipos sobre o público feminino.

Confira algumas campanhas que representam as minas:

Always – #LikeAGirl

(Imagem/Reprodução)

(Imagem/Reprodução)

A campanha #LikeAGirl (#ComoUmaGarota) criada pela Always, é um case de sucesso da P&G e questionou a maneira como as pessoas usam a expressão “como uma garota” para inferiorizar alguém. O vídeo da campanha desconstruiu vários estereótipos e provou que fazer coisas como uma garota não é algo negativo. Atualmente, o vídeo da campanha possui mais de 63 milhões de visualizações no canal da marca no Youtube.

Dove – Retratos da Real Beleza

(Imagem/Reprodução)

(Imagem/Reprodução)

As mulheres recebem as principais críticas em relação à sua própria beleza. No filme “Retratos da Real Beleza”, a Dove incentivou uma autoestima mais positiva e ajudou a inspirar mulheres e meninas a acreditarem que são mais bonitas do que realmente pensam.

Barbie – Imagine The Possibilities 

(Imagem/Reprodução)

(Imagem/Reprodução) 

A Mattel, responsável pela marca de bonecas Barbie, incentivou as meninas a serem o que elas quiserem com a campanha “Imagine as Possibilidades”. Na ação, as crianças assumem a profissão que escolheram. Dentre as escolhas estão veterinária e treinadora.

Quem disse, Berenice? – É pra mim 

(Imagem/Reprodução)

(Imagem/Reprodução) 

Em um comercial, a marca de produtos cosméticos “Quem disse, Berenice?” realizou um manifesto contra os padrões estabelecidos pela sociedade que tentam moldar e limitar as escolhas das mulheres.

Bodyform – Nenhum sangue vai nos segurar

(Imagem/Reprodução)

(Imagem/Reprodução)

A Bodyform, marca britânica de absorventes, lançou uma campanha que enaltece o empoderamento feminino. No comercial, mulheres acabam com ferimentos, e até com sangramentos, enquanto praticam esportes e outras atividades físicas. Em momento algum o sangue chega a ser um empecilho, mas sim um motivo de superação, desconstruindo qualquer estereótipo sobre mulheres serem o sexo frágil.

Budweiser e Ronda Rousey

(Imagem/Reprodução)

(Imagem/Reprodução)

Há muito tempo as marcas de cerveja reforçam estereótipos em relação ao publico feminino nas campanhas publicitárias. A coisa mais comum nas propagandas da bebida são mulheres seminuas e piadinhas engraçadinhas com o público feminino. Em 2015, a Budweiser teve uma abordagem diferente e foi contra qualquer tipo de estereótipo. A marca convidou Ronda Rousey, lutadora do UFC, para ser a garota propaganda de sua campanha, fugindo de qualquer clichê pré-estabelecido pelo mercado cervejeiro.

Você lembra de alguma campanha? Não deixe de comentá-la.

Deixe um comentário

Publicidade