Por Ighor Ferreira em 5 de julho de 2017

Até onde irão os memes brasileiros?

Se você é um heavy user das redes sociais, com certeza já se deparou com os milhares de gifs e memes de personagens que fazem parte do nosso dia a dia e da cultura brasileira. Eis que, como tudo na internet, esses “tesouros nacionais” não ficaram escondidos do mundo todo e se espalharam de forma tão rápida e inusitada que esse post será incapaz de reunir todas as representações e usos dos memes brasileiros pelo mundo afora, que vão desde a representação na cultura drag até o lucro proveniente do uso indevido de imagem.

Vamos começar pelo meme da Nazaré Tedesco, personagem da novela Senhora do Destino interpretada pela atriz Renata Sorrah, que representou em um gif o que a galera de humanas a gente sofre quando se depara com a matemática:

Esse meme, adaptação de uma das cenas da novela, se espalhou rapidamente e passou a ser conhecido na gringa como “confused lady” ou “confused math lady”, recebeu publicações em grandes sites com o The Daily Dot, Bustle e confundiu o público (que achou que Renata Sorrah fosse, na verdade, Julia Roberts), além de ser personificado pela drag queen nova-iorquina Aquaria:

Outro ícone da nossa cultura, amplamente usada como meme, é a cantora e atriz Gretchen. Ela tem hits de sucesso como a famosa “Conga”, participou de filmes e reality shows como “A Fazenda”, já foi eleita a rainha da internet e é responsável pela esmagadora maioria dos gifs que circulam nas redes sociais dos brasileiros.

Essa semana, Gretchen fez duas participações que mostram o quão longe a criatividade e o talento do Brasil podem chegar: a Netflix contratou a celebridade para divulgar sua nova série original GLOW e, além disso, a cantora Katy Perry convidou Gretchen para participar do lyric vídeo do seu novo single, Swish Swish, confira abaixo:

Essa estratégia da Netflix para divulgar suas séries no Brasil tem se mostrado muito eficiente. A plataforma de streaming de filmes e séries já convidou outras três grandes responsáveis por muitos memes nacionais: a socialite Narcisa Tamborindeguy e as cantoras Inês Brasil e Valesca. A divulgação foi para a série Orange Is The New Black:

Por fim, recentemente uma personagem da literatura brasileira foi descoberta como uma excelente fonte de memes e, acreditem se quiser, essa personagem é a Cuca, da versão para a TV do Sítio do Pica-Pau Amarelo.

A repercussão foi tão rápida e volumosa que a personagem foi percebida na gringa e o blogueiro e influencer Perez Hilton se achou no direito decidiu lucrar em cima do ícone da nossa cultura popular e começou a produzir camisas com a imagem da Cuca:

A internet obviamente não perdoou, mas não foi só a internet não: a família de Monteiro Lobato, autor dos livros sobre o Sítio do Pica-Pau Amarelo, juntamente com a Rede Globo, está estudando as vias legais para processar o blogueiro pelo uso indevido de imagem e reprodução não-autorizada de patente. E você aí achando que é só um meme…

Entre tantas figuras icônicas e responsáveis por tantos memes hilários (não podemos deixar de mencionar a jornalista Glória Maria, por exemplo), se destacaram nesse post os atemporais e que, de alguma forma, foram utilizados em estratégias de divulgação e chamaram a atenção para a cultura nacional. Será que há um limite para o uso dessa estratégia? Qual a linha que separa o humor como boa forma de divulgação de um possível desastre? Você arrisca um palpite?


Deixe um comentário

Publicidade