Por Tiago Bezerra em 15 de setembro de 2017

16 anos da lição de trabalho em equipe no filme Ocean’s Eleven

Eu vi logo que estreou em 2001. Onze Homens e um Segredo, a versão brasileira do nome original Ocean’s Eleven, é um filme que nos dá mais do que uma ótima história. Aquele roubo ao Bellagio foi uma lição de trabalho em equipe.

Quando a gente fala de equipe, muitas vezes a associação acaba sendo com disputa de espaço, de atenção, de praticamente tudo. Mas no roteiro de Ted Griffin, inspirado na história de George C. Johnson e Jack Golden Russell, nós podemos aprender muito com aqueles caras. Eles eram criativos, dedicados, eram muito parças um do outro e ninguém se metia no trabalho de ninguém. Talvez seja esse o segredo do trabalho em equipe.

Começava assim: Daniel e Rusty pesquisavam, criavam e elaboravam a tática para o serviço. Eles também iam atrás de investidores, fornecedores, equipamentos e selecionavam cada membro da equipe de acordo com o perfil profissional exigido para a tarefa. Coisa top!

Depois, em uma reunião informal, os dois apresentavam o objetivo e a ideia. Um momento muito respeitado, onde todos ouviam com atenção e prontos a trazer solução para o que ainda não havia sido pensado e dar o seu melhor para a ideia apresentada ir pra frente.

Reparem que eles não ficavam de birra, porque a ideia não era deles. Percebam que ninguém ficava falando que não gostou da ideia só pra participar, ou dizendo que aquilo ou aquilo outro era impossível de fazer. Viu só como essas questões de ego mimado atrapalham muito o sucesso de uma equipe?

Espero um dia poder confiar que em uma equipe de 11 publicitários se consiga ao menos ouvir a ideia do colega sem dores de cotovelo ou ciúmes.  

Deixe um comentário

Publicidade