Por Bruno Haulfermet em 11 de outubro de 2017

Casas Frias

Todos os dias somos desafiados pela rotina. Se apressar para não perder o ônibus, entrar no metrô a tempo, entregar algo no prazo. Correria de um lado, correria do outro. Todos os dias somos desafiados a sobreviver.

Nas tarefas e preocupações que nos rondam, tantas e tantas vezes nos esquecemos de olhar em volta. Quando não estamos voltados para nós mesmos, estamos observando o outro, não de forma gentil, mas de forma curiosa, atenta, através de uma tela de celular. Não vemos as pessoas reais, que estão literalmente diante de nós. Faça o teste: você costuma reparar no entorno do seu caminho para o trabalho ou academia, por exemplo? Sabe se existe algum monumento na rua da esquina, ou o nome daquele novo estabelecimento que surgiu há poucos dias no outro quarteirão?

É possível que não. E se, para coisas que fazem parte da sua rotina, você não tem olhos, imagine para alguém que mora na rua. Alguém que, por motivos diversos, não tem escolha a não ser viver sob uma marquise.

No entanto, o Exército da Salvação tem a visão que muitas vezes nos falta no dia a dia. E com o intuito de chamar atenção para o drama vivido nas ruas, surgiu uma ação que visa lembrar que ‘Ei, esse chão que você está pisando é a casa de alguém‘. A ideia é uma parceria com os publicitários Victor Saburido, Ricardo Sartorelli e Lucas Guilherme, e consiste em delimitar espaços com giz e aplicar, com o mesmo material, o texto ‘Algumas pessoas chamam aqui de quarto’.

O projeto Casas Frias pode ser visto pelas ruas de São Paulo. A proposta é conscientizar as pessoas a fim de que elas doem peças de roupa e agasalhos que não estejam usando mais.

Todos somos da área de criação, mas a gente acredita que podemos usar nosso músculo criativo para ajudar pessoas e não somente marcas.” – comenta Victor Saburido.

O Exército da Salvação é uma organização que busca ajudar pessoas em situações adversas, que vão desde acidentes geográficos a doenças.

Confira:

Casas Frias from Victor Saburido on Vimeo.

(Imagem: Reprodução/Internet)

(Imagem: Reprodução/Internet)

(Imagem: Reprodução/Internet)

(Imagem: Reprodução/Internet)

(Imagem: Reprodução/Internet)

(Imagem: Reprodução/Internet)

(Imagem: Reprodução/Internet)

(Imagem: Reprodução/Internet)

(Imagem: Reprodução/Internet)

(Imagem: Reprodução/Internet)

(Imagem: Reprodução/Internet)

(Imagem: Reprodução/Internet)

(Imagem: Reprodução/Internet)

(Imagem: Reprodução/Internet) 

FONTE.

Deixe um comentário

Publicidade