Por Israel Lemos em 6 de novembro de 2017

Twitter desativa conta de Donald Trump

Um dos assuntos mais comentados da última semana na área da comunicação, na quinta-feira, 2, foi o de um funcionário do Twitter que estava em seu último dia de trabalho, aproveitou para chutar o balde e desativou a conta do presidente dos EUA, Donald Trump. Por 11 minutos, ao clicar no perfil oficial, aparecia a seguinte mensagem: “@realDonaldTrump does not exist”.

(Imagem: Reprodução/Twitter)

(Imagem: Reprodução/ BuzzFeed News)

Inicialmente, o Twitter alegou que se tratava de uma falha humana, em que a conta havia sido desativada indevidamente por um funcionário. Disse também que tomariam as providências necessárias para que o fato não acontecesse novamente.

Porém, horas depois, a rede social deu nova versão para o acontecimento: “Durante nossa investigação descobrimos que isso foi feito por um funcionário da área de suporte do Twitter, que estava em seu último dia de trabalho. Estamos fazendo uma completa revisão interna”.

E no dia seguinte, o perfil atualizou a situação informando que não compartilhariam muitos detalhes sobre a investigação interna, mas que estavam levando a sério e também implementaram nova segurança para que não volte a acontecer.

Segundo a Meio & Mensagem, um ponto a ser ressaltado que contradiz a versão do Twitter, é que, de acordo com análise do Advertising Age, um único funcionário da área de suporte da empresa não teria condições de derrubar o perfil sozinho. Além disso, como vários tweets do perfil de Trump violam claramente as políticas de uso da rede, os motivos do ato podem ter sido outros, por isso a necessidade de uma maior investigação.

Ainda assim, grande parte dos seguidores do perfil @TwitterGov  comemoraram a exclusão, ainda que por pouco tempo. Um deles, inclusive, ao ver o perfil sem seguidores ou tweets, tratou o caso como o seu “melhor momento de 2017”:

A falta de profissionalismo do presidente ao utilizar suas redes com arrogância e ignorância, inclusive passando por cima das políticas de uso do site, justifica – também – a falta de profissionalismo do funcionário do Twitter? Ou a pistola foi correta, já que agradou a maioria? Deixe nos comentários o que você pensa sobre essa situação.

pistola

(Imagem: Reprodução/Internet)


Deixe um comentário

Publicidade