Por Tiago Bezerra em 17 de novembro de 2017

Toda decisão econômica é emocional

Vi uma entrevista com Mário D’Andrea, presidente da ABAP, em que ele citou Richard Thaler, vencedor do Nobel de Economia 2017. E quando ouvi a frase “toda decisão econômica é emocional” eu pensei: é óbvio! Como não pensamos nisso antes?

Só pra você entender, Richard Thaler foi premiado por sua contribuição à economia do comportamento com destaque para o desenvolvimento da teoria da contabilidade mental que explica como as pessoas simplificam decisões financeiras.

Segundo o comitê que o avaliou, “suas contribuições desenvolveram uma ponte entre a análise econômica e a psicológica na tomada de decisões individuais”.

Sem entender o comportamento do consumidor, o que querem, como se relacionam e onde vivem, é impossível entregar um conteúdo de propaganda relevante. Como você vai vender sem saber para quem está vendendo? É por isso que esse estudo é tão importante para as indústrias de conteúdo publicitário.

Se nem mesmo uma decisão de investimento referente à economia é tomado de forma totalmente racional, quem dirá comprar uma roupa, um celular, um serviço. A emoção é o gatilho do consumo. Então, em vez de expor propagandas da sua empresa, crie histórias para as suas marcas. Histórias que comovem, que encantam, que alegram. Porque se o consumidor não sentir vontade de se relacionar com sua marca, ela será esquecida com o tempo.

Deixe um comentário

Publicidade