Por Ighor Ferreira em 22 de novembro de 2017

John Lewis troca Papai Noel por bicho-papão em novo comercial de Natal

Chegamos em uma das épocas mais agitadas do ano para a publicidade ao redor do mundo: o Natal. Esse é o momento em que cada empresa faz uso da comunicação para emocionar e despertar nas pessoas o sentimento próprio da festividade, com mensagens de amor, esperança, renovação, família, amizade – e tem até quem ouse e faça uma brincadeira para conquistar pelo humor.

No caso da John Lewis, loja de departamento do Reino Unido, já conhecida por seus tradicionais comerciais de Natal, resolveu emocionar com um toque sutil de humor e, o mais importante, fugindo do tradicional:

 

Deixando de lado a figura do Papai Noel, extremamente tradicional nessa época do ano, a empresa criou uma atmosfera divertida e emotiva para, somente no fim, inserir sua participação na vida do consumidor, aparecendo como a solução dos problemas do garotinho e do seu “problema” com o bicho-papão.

Esse comercial segue uma fórmula de sucesso já usada anteriormente pela marca, onde a mensagem principal de generosidade é passada por meio de crianças e/ou animais acompanhada de um cover de uma música famosa, neste caso “Golden Slumbers”, dos Beatles, interpretada pela banda Elbow.

(Imagem: Reprodução/Cambridge News)

(Imagem: Reprodução/Cambridge News)

 

A campanha foi criada pela Adam & Eve/DDB London, parceira de outros natais da empresa britânica, e a produção foi da Partizan, tendo como cabeça do projeto ninguém menos que Michel Gondry, cineasta francês por trás de “Brilho Eterno de Uma Mente Sempre Lembranças” pelo qual ganhou o Oscar.

Além do comercial, a campanha “Moz the Monster” se desdobrará em filtros faciais e de realidade aumentada no Facebook, chamado de “mozify”, uma história narrada pela Google Home e, no Ponto de Venda, sons de roncos e puns para divertir quem visitar suas lojas.

Deixe um comentário

Publicidade