Digite para buscar

Arcade Fire e Andrew Garfield reabrem o debate da influência das mídias

Nina Elora 20 de Maio de 2014
Share

Arcade Fire e Andrew Garfield

Se tem uma coisa que não se pode negar, é que o cinema e a música possuem muita influência sobre as pessoas. Quando usados em conjunto então, o impacto pode ser maior, e temos visto isso com mais frequência quando se trata de “mandar novas mensagens e pensamentos” para quem vê.

Semana passada a banda canadense Arcade Fire, lançou o clipe da música We Exist contando com a participação do ator Andrew Garfield (O Espetacular Homem-Aranha), como destaque, combinando a letra da música com a história retratada. Andrew interpreta um travesti que raspa o cabelo em frente ao espelho e tenta se encontrar dentro da sua vida. Durante todo o clipe, podemos ver uma espécie de conflito interno, que só é resolvido no fim, quando podemos entender que o personagem se encontra nas suas escolhas e se aceita plenamente.

Agora a relação do cinema com isso: um dos filmes indicados ao Oscar de Melhor Filme deste ano, Dallas Buyers Club, contava a história do eletricista diagnosticado com AIDS Ron Woodroof (Matthew McConaughey), que passa a contrabandear medicamentos alternativos para o tratamento. No decorrer da trama, ele conhece um transgênero Rayon que também possui o vírus do HIV (Jared Leto), e apesar de enfrentar a homofobia de Ron, o ajuda no contrabando dos remédios. O personagem de Leto foi tão marcante para a história do cinema que, além de ganhar o Oscar na categoria de Melhor Ator Coadjuvante, acabou atingindo muitos expectadores, que reconheceram a força de Rayon, que na minha opinião, até soltaram uma lágrima ao final do filme. Muita gente também não gostou do filme, mas é fato que ele atingiu milhares de pessoas.

A questão toda é que, o alcance que as duas mídias têm é enorme, e a utilidade pode ser desde um mero entretenimento, a uma mudança de pensamento que existem em muitas cabeças fechadas espalhadas pelo mundo, só basta cada um sair da superficialidade que enxerga a arte em questão, assim como o que ela transmite.

Tags:
Nina Elora

Estudante de Design Gráfico, apaixonada por cinema, livros e séries. Acredito que um pouco de arte na vida de toda pessoa é essencial. E nada melhor pra melhorar o dia do que sorvete e um batom vermelho.

  • 1