Digite para buscar

Entre um bacharel e um tecnólogo em Publicidade, há diferença?

Mayara Sousa 30 de Janeiro de 2015
Share

shutterstock_150587642Imagem: shutterstock.com

Uma das grandes dúvidas das pessoas que querem ser publicitárias é sobre as duas possibilidades de tornar-se uma: sendo bacharel ou tecnólogo. Mas qual a diferença entre os dois? O diploma de um curso tem mais peso que do outro? E o mercado de trabalho, como enxerga isso?

O erro mais comum da maioria dos que querem se formar, é colocar o diploma em primeiro plano. Você pode cursar publicidade na melhor faculdade do planeta, se você não for bom, o mercado não vai comprar seu trabalho. O que acho mais importante de início é gostar da profissão que você vai exercer, assim, tudo o que você terá de enfrentar pela frente, seja como estudante ou atuante, será mais fácil.

Antes de me encontrar na publicidade, passei pelo curso de bacharelado em jornalismo e não me adaptei. Achei o curso lento e demasiadamente teórico, o que foi imprescindível para que eu buscasse um novo curso em que de fato, englobasse as funções que eu gostaria de exercer diariamente no meu trabalho, foi então que encontrei a grade do curso Produção Publicitária, no qual me formei.

Fazem uma imensa confusão entre os cursos tecnólogos e técnicos. O curso técnico lhe dá um nivelamento médio de ensino, enquanto o tecnólogo oferece o nível superior, qualificando seu aprendizado na mesma similaridade de um bacharelado. Então, qual é a diferença do bacharelado para o tecnólogo? A diferença está basicamente no tempo e na velocidade que as matérias são passadas aos estudantes.

Um curso de publicidade em bacharelado tem duração de 4 anos, enquanto o tecnólogo 2 anos. As matérias são praticamente as mesmas e ambos os cursos são avaliados constantemente pelo MEC (Ministério da Educação). Como essas matérias são vistas em cada curso é que se diferem, no bacharelado você terá mais tempo para aprofundar em teorias, na história de grandes publicitários e terá que aguardar um pouco mais para a prática, já no tecnólogo, você terá um número maior de matérias para aprender em um tempo muito curto, contudo, a prática estará presente diariamente nos seus estudos. O diploma dos dois cursos possuem peso igualitário, não interferindo em futuras possibilidades de estudos como uma pós-graduação, MBA, mestrado e doutorado.

Uma dúvida que tive desde o início, era como o mercado de trabalho enxergava esse profissional tecnólogo e a resposta veio rápido: muito bem. Primeiro, porque é um profissional prático muito bem preparado para a correria do mercado e segundo, que se você possui talento, dedicação e disposição para aprender sempre, o mercado vai querer você. O que as agências, produtoras, rádios e emissoras de tv querem é um profissional competente e atualizado, que realize com empenho suas funções, que abrangem da mesma forma para ambos, seja você bacharel ou tecnólogo.

Restou alguma dúvida? Pode perguntar! No mais, mesmo em minha pouca bagagem profissional, repito o que sempre digo quando pessoas desejam tirar essas dúvidas: para ser um bom publicitário, só depende de você.

 

Tags:
Mayara Sousa

23 anos. Publicitária, cinéfila e comilona. Nascida em Goiânia, descobriu-se para a comunicação aos 19 anos e desde então vem dedicando-se à área. Dando início e foco ao audiovisual, mas sem abandonar a redação. Entusiasta da música, séries, livros e, claro, uma xícara cheia de café.

  • 1