Digite para buscar

Melhorando a reputação de uma universidade

Gustavo Filardi 19 de Março de 2012
Share

“O que torna uma universidade melhor do que outra? O que faz uma instituição ser mais reconhecida do que outra?

Essas perguntas possuem várias respostas! Inclusive, são vários os indicadores utilizados nas diversas listas de classificação.

Algumas classificações levam em consideração o percentual de docentes com mestrado e doutorado, outras, o número de patentes ou de publicações científicas.

Em escolas de negócios, frequentemente o principal critério é a empregabilidade e o salario médio anual dos ex-alunos.

Independente do que as listas possam dizer, é preciso ir muito além para se tornar referência, ícone! Afinal, quem nunca ouviu falar de Harvard, Oxford, USP, Stanford, Cambridge?

Dentro do planejamento estratégico de uma universidade, quando se trata de elevar seu conceito, podemos lembrar das técnicas de governança e gestão, da inovação, dos testes de seleção e do marketing.

Raramente lembrado, a propaganda e o marketing são importantes ferramentas para melhorar o conceito de uma determinada instituição de ensino. Para construir ou melhorar o conceito e o reconhecimento, um marketing apropriado é fundamental. Afinal, sem divulgação, pouco adianta o tamanho da produção cientifica. Como em toda empresa, “qualidade entre 4 paredes”, não aumenta as vendas!

Pensando no setor educacional, qual seria a melhor forma de divulgar a marca e os serviços oferecidos?

Certamente o boca a boca é uma boa resposta! Os próprios alunos e ex-alunos, é claro!

Afinal, a melhor forma de se comunicar com o público é cativando o próprio público.

Uma segunda resposta possível, é abrir as portas da universidade para todos, mostrando o que de fato significa ser aluno daquela instituição.

Este é um conceito bastante usado por universidades americanas. Todos os cursos são filmados e parte deles disponibilizados em forma de podcasts ou vídeos.

Para se ter uma ideia do resultado, tomamos a Harvard University como exemplo. Além de áudio-aulas disponíveis no iTunes e de 1,6 milhão de likes no Facebook, a instituição administra diversos canais dentro do Youtube. Os principais deles são Harvard University, com quase 43 mil seguidores e 9 milhões de views e Harvard Business School, com 12 mil seguidores e meio milhão de views.

Para entender melhor, imagine que você seja apaixonado por Egiptologia ou mesmo por Tecnologia de Mapeamento 3D. Agora assista o vídeo abaixo e depois nos diga onde você iria querer estudar!

httpv://youtu.be/8dRkJArn2Ko

O vídeo mostra todo o potencial inovador da universidade, associado ao conhecimento acumulado pelo Egito, despertando o interesse e o respeito de quem o assiste. Apesar dos poucos views, este é apenas um dos milhares de vídeos divulgados pela instituição. Na prática, esse meio de publicidade é um dentre vários que torna Harvard uma das 5 universidades mais lembradas e respeitadas do mundo.

Deveríamos incentivar os universidades Brasileiras à abrir suas portas e a produzir conteúdo multimídia. Com certeza a imagem e a reputação da educação nacional iria gradativamente melhorar, dentro e fora dos campus, dentro e fora do país.”

Tags:
Gustavo Filardi

Mestre em Marketing Internacional na França, Graduado em Economia e Gestão, Empresário. Apaixonado por tecnologia, estratégia empresarial e...viagens! Já estive em mais de 20 países, tendo morado na Coreia do Sul e 5 anos na França. Sou professor de marketing e adoro ensinar. Um dos pioneiros da Internet em Banda Larga no Brasil, trabalho há 12 anos em uma empresa de telecomunicações.

  • 1

You Might also Like