Digite para buscar

Análise sobre as novas identidades visuais da Globo

Diogo Mattos 12 de dezembro de 2013
Share

Conforme o prometido na minha postagem anterior, hoje irei pontuar e comentar brevemente cada uma das mudanças que configurou a nova identidade visual da Globo, o que também pode ser definido como um rebranding ou reformulação de marca.

Assim como fiz no outro artigo, gostaria de deixar claro que não estou aqui favorecendo, elogiando ou vangloriado a Globo como emissora de televisão. Meu foco se concentra apenas no rebranding, na marca Globo e sua maneira inteligente e necessária de conduzir o serviço. Portanto, não tenho nenhum vinculo com a casa e muito menos estou ganhando algo para isso, apenas o faço pela minha paixão por marcas e publicidade. Qualquer movimento anti-Globo é de uma pequena parcela da população que tem seu total direito de não ler este post se não quiser.

Mudanças no Jornalismo

Para muitos isso não tem nada a ver com marca, mas para mim o ponto de partida da reformulação se concentrou justamente nesse ponto. Já é do conhecimento de todos que a cada ano jornalistas da casa mudam de lugar, em especial os que fazem cobertura internacional e os repórteres, que facilmente passam a apresentar telejornais ou vice versa, enfim, uma renovação necessária. Contudo, este ano as mexidas nessa área foram mais profundas, pois figuras que há anos criam um vínculo com o telespectador de determinados horários simplesmente deixaram seus postos.

Um exemplo disso é o que aconteceu com Zeca Camargo no Fantástico, que depois de 18 anos apresentando a atração mudou de lugar e horário e passou a apresentar o vídeo show. Assim como ele Renata Ceribelli, André Marques, Renata Vasconcellos, Ana Paula Araújo e muitos outros que trocaram de atração e horário ou até de país como é o caso de Ceribelli, que foi ser correspondente do Fantástico em Nova York.

Enfim, não vou ficar aqui enumerando todas as trocas, pois todos acompanharam, mas o importante é que tais acontecimentos marcaram uma profunda, difícil e arriscada manobra. Tais fatos foram o prenúncio do que iriamos presenciar e do que ainda poderia ser feito em termos de identidade visual, afinal de contas o jornalismo e as novelas sempre foram o carro chefe da casa.

Mudanças nas vinhetas de abertura

Sessão da Tarde

Talvez tenha sido a mudança mais notada e comentada que a Globo já fez, pois as tradicionais vinhetas da sessão da tarde e do vale a pena ver de novo não eram alteradas há anos. Para falar a verdade a da sessão da tarde foi alterada em 2011, depois de mais de 30 anos no ar, tendo sida apenas alteradas vídeo grafias desde a original de 1975.

Agora em 2013 Alexandre Romano e sua equipe se empenharam em apresentar algo que pudesse revitalizar o horário massacrado com as baixas audiências. A idéia foi apostar na nostalgia da faixa, se apresentando como um espaço de revitalização dos clássicos do cinema, o que a atração já fazia mas ainda misturava comedias românticas e filmes mais leves. Baseado nisso, o que Romero apresentou foi levemente influenciado pela ética retrô, porém com uma linguagem mais colorida e moderna. Tudo isso veio acompanhado de uma trilha sonora mais festiva com faixas multicoloridas percorrendo a tela, formando efeitos geométricos e fechando a assinatura da nova marca da atração. Compare abaixo a abertura antiga e a nova e veja o vídeo que mostra na tela como ficou o resultado final.

sessaodatarde_antesdepois

Vale a Pena Ver de Novo

Da mesma forma que a sessão da tarde se preocupou em modernizar seu logo de abertura com uma trilha sonora mais festiva, o mesmo fez o Vale a pena ver de novo. A intenção da vez foi manter a consistência da faixa vespertina, formando uma unidade maior através de um logo de cores mais vibrantes e aspecto flat. Confira abaixo as imagens que mostram a abertura anterior e a nova e o vídeo com a nova aposta no ar.

antesedepois_valeapena

Mudança no logotipo da emissora

Esta é talvez a mudança mais importante e significativa de todas as outras que citei, pois desde que foi anunciada no inicio do ano de 2013 ela já era comentada e aguardada ansiosamente. Em Outubro, após o lançamento oficial da nova vinheta da Sessão da Tarde, a troca finamente se concretizou e surpreendeu a muita gente.

Com um design mais “clean” ganhando vida e movimento a nova vinheta traduz a nova tendência visual da Globo. O novo símbolo valoriza seu aspecto formal e produz uma maior consistência com as apresentações flat da marca que foram veiculadas em todas as mexidas mencionadas anteriormente. Os tempos mudaram e novas identidades e posturas da programação tinham que ser tomadas.

Veja abaixo o vídeo que foi lançado no inicio do ano e que mostra a evolução do logo da emissora e a imagem que mostra o produto final.

nova_marca_redeglobo

Mudança na Vinheta de Final de ano

Esta sim surpreendeu a todos e todas, pois ao invés de apresentar o elenco da emissora cantando o famoso jingle “Hoje é o novo dia, de um novo tempo, que começou…”, já feito em diversas e inimagináveis formas, quebrou seus próprios paradigmas e inovou bastante.

Anunciada ao vivo no Fantástico, a nova vinheta (assista abaixo) veio com uma pegada mais musical em que além de incorporar novamente a canção já consagrada, trouxe a novidade da auto percussão. Nesta atividade os atores, atrizes, apresentadores e jornalistas batucam no próprio corpo ao ritmo da música. O resultado final ficou show de bola e harmonizou muito bem com todas as alterações trazidas neste últimos meses do ano de 2013.

Inovações 

Adjacente a todo esse rebuliço fonográfico e visual da Globo, veio sua nova programação que trouxeram uma nova linguagem e estilo. Dentre elas a novela Além do Horizonte que não só vem como uma nova linguagem dramatúrgica que investe na aventura para contar suas estórias, inova também com sua abertura moderninha.

abertura_alemdohorizonte

A faixa do humor também vem ganhando bem mais destaque do que antes, investindo em novas formas de gerar o riso. A atração Divertics, dirigida por Jorge Fernando, traz para a TV um formato de palco, porém com esquetes bem dinâmicos, elenco afiado e trilha sonora estilizada e personalizada que de tempo em tempo se insere na transição de cenas. Isso sem falar na produção acrobática que é responsável por trocar os cenários.

Logo_Divertics

 

Tags:
Diogo Mattos

Tenho 27 anos, sou publicitário, especializado em redação, recém formado em mídia e comunicação pela University of East London, localizada em Londres. Aqui estou, para agregar minha visão de redator publicitário ao fatos da publicidade atual que mais chamam nossa atenção. Também escrevo para o meu blog pessoal www.activebrain-diogo.blogspot.com, onde publico artigos em inglês e português sobre temas relacionados ao mundo da comunicação e mídia atual.

  • 1

You Might also Like