Digite para buscar

Movimento carioca estimula o uso sustentável do transporte

Diogo Mattos 13 de Março de 2014
Share

Sabe aqueles anúncios que você vê e pensa: que do cacete, matou a pau? Então, hoje tive a alegria de me deparar com um assim. Defendendo a mobilidade sustentável numa cidade onde isso se tornou um desafio diário, o movimento carioca “Respeite um carro a menos” foi contemplado pela Heads  com mais uma campanha genial.

A campanha impressa consiste em usar guidões de bicicleta (um dos meios de transporte sustentável) entortados e detonados como chifres de animais abatidos na nossa selva urbana.

Entendendo o Movimento

Para quem não é do Rio e não conhece o movimento, nada mais justo do que explicar um pouquinho para que entendam mais a sagacidade em questão.  Em seu site, que é muito bacaninha por sinal, eles se definem como “movimento ciclístico que busca passar a ideologia da mobilidade sustentável a toda a população! Fazemos isso, principalmente, através de uma plaquinha de sinalização que quando utilizada na bicicleta, enfeita as ruas com bastante simpatia.”

Portanto esta é uma iniciativa que parte daquele principio básico do respeito ao próximo e cidadania. Numa cidade onde cada vez mais os acidentes envolvendo carros e bicicletas tem sido comum, com casos de brutalidade onde motoristas atropelam ciclistas, uma convivência saudável se faz necessária. O “Respeite um carro a menos” surgiu para isso e propõe plaquinhas de sinalização bem divertidas para o ciclista e que acabam por “educar” os automóveis no trânsito para uma convivência segura. E assim também como bicicletas, os skates, patins e demais meios de mobilidade sustentável se incluem no projeto.

A sacada

Agora que vocês já tem uma ideia de como a iniciativa funciona, proponho uma reflexão. Pense na seguinte situação: você esta trafegando com seu carro tranquilamente e der repente se depara com uma animal silvestre na pista e freia bruscamente. Mas e se você estiver em alta velocidade e acabar atropelando o animal? Está certo, eu sei, lugar de animal silvestre é no zoológico ou na selva. Pronto, chegamos ao ponto certo.

Quando dirigisse com desrespeito ao próximo e principalmente a veículos sustentáveis estamos agindo como animais e vivendo como se estivéssemos numa selva. O “eu primeiro” e a lei da sobrevivência faz com que essas situações sejam cada vez mais comuns. Entendeu onde eu quero chegar? Entendeu a sagacidade da Heads?

Perceber isso e traduzir tudo visualmente e ainda passar a mensagem parece bem difícil e é exatamente isso que me fascinou na campanha. Dividida em quatro peças onde o titulo “Abatido em…” vai mudando de peça a peça o anúncio fascina logo de cara, mas também chama atenção e da o puxão de orelha certeiro, passando a mensagem final que o movimento queria. Diante de tudo isso posto, parabenizo o redator Flávio Medeiros, pelo texto direto e inteligente, a direção de arte de Luis Christello e Hugo Agostinho pela ótima diagramação e uso de imagens e a fotografia de Guido Paternó.

respeite menos um carro bike 2 respeite menos um carro bike 3 Respeite menos um carro bike

Tags:
Diogo Mattos

Tenho 27 anos, sou publicitário, especializado em redação, recém formado em mídia e comunicação pela University of East London, localizada em Londres. Aqui estou, para agregar minha visão de redator publicitário ao fatos da publicidade atual que mais chamam nossa atenção. Também escrevo para o meu blog pessoal www.activebrain-diogo.blogspot.com, onde publico artigos em inglês e português sobre temas relacionados ao mundo da comunicação e mídia atual.

  • 1

You Might also Like