Digite para buscar

Tags: , ,

ONG Alerta sobre perigos da foto intima compartilhada

Diogo Mattos 3 de Abril de 2014
Share

Em tempos onde os smartphones dominam o mundo e popularizam a “modinha” do selfie (autorretrato digital), os adolescentes cada vez aderem a moda e compram logo aqueles celulares mais caros, com mais recursos e com uma melhor resolução de câmera que possibilite um selfie mais bem tirado. Então, entrando nessa vibe, os novatos também acabam compartilhando conteúdos que até então deveriam ser secretos. Um exemplo disso é tirar uma foto nu ou nua e compartilhar com o seu amor. Porém, todos nós sabemos do perigo que isso representa, pois assim como usamos as facilidades tecnológicas para o bem tem muita gente que aproveita para usar para o mau.

Pensando nisso, a agência Propeg criou uma campanha para a Safernet, ONG de conscientização sobre os perigos da Internet, que mostra o perigo de se compartilhar fotos intimas, o que ocorre constantemente com famosas e não famosos e que agora vem ocorrendo com adolescentes. Na imagem da campanha, que você pode ver abaixo, vemos uma menina enviando sua foto nua para o suposto namorado e isso refletido no espelho, que evidencia também a proporção que esse ato pode causar, atingindo pessoas que não tem nada a ver com aquela atitude “de casal”.

Tema pesado, solução leve

O que chama a atenção na campanha é a aparente simplicidade com que foi produzida e até mesmo a solução visual encontrada. Para alguns isso pode explicitar a fraqueza da peça como ação digital, mas para outros, como eu, a ideia é simplesmente fantástica. Vamos entender por quê? a explicação se resume a este simples ato: a menina está no banheiro, em sua intimidade e resolve pegar o celular e registrar seu corpo para um outro alguém. Ela vai, faz o selfie e compartilha no Whatsapp. Dai, por algum motivo inexplicável a foto cai na rede e a menina se torna mais uma terrível vitima da Internet. Percebeu a simplicidade de toda a movimentação? Pois bem, a única forma de comunicar um perigo ocasionado por um ato tão banal e ingênuo é realizando uma campanha tão simples quanto a situação e a rapidez da repercussão.

Notem que a manipulação da imagem em si não é nada fácil, pois envolve varias camadas de reflexos. O texto, tinha que captar essa onda clean, que particularmente gosto bastante, mas ao mesmo tempo dar o simples recado: fique atento com seus atos digitais e suas consequências. A solução encontrada amarra todo o conceito e alinha a visão da Propeg com o briefing da ONG de forma redonda e direta ao ponto, exatamente como esse tipo de mensagem deve ser. Parabéns aos criativos envolvidos no processo do anúncio.

SaferInternet campanhaDESTAQUE

Tags:
Diogo Mattos

Tenho 27 anos, sou publicitário, especializado em redação, recém formado em mídia e comunicação pela University of East London, localizada em Londres. Aqui estou, para agregar minha visão de redator publicitário ao fatos da publicidade atual que mais chamam nossa atenção. Também escrevo para o meu blog pessoal www.activebrain-diogo.blogspot.com, onde publico artigos em inglês e português sobre temas relacionados ao mundo da comunicação e mídia atual.

  • 1

You Might also Like