Digite para buscar

Porque esta é a Copa das Copas também na publicidade

Mayara Sousa 1 de julho de 2014
Share

Copa

E dito ser a Copa no Brasil, a Copa das Copas, o pessoal da publicidade não saiu por baixo. Desde antes de seu início, campanhas incríveis e emocionantes foram criadas com o seguinte intuito: ser parte memorável de cada torcedor. Milhões em cheque, pilha na criação, emoção no campo, emoção nas agências. Esta é a Copa das Copas também na publicidade, que se vira diariamente em um mar de registros da Fifa para não sair perdendo.

Há quem ainda tenta falar naquele estilo musical que a gente acredita ser cláusula no contrato dos jogadores, há quem tenta falar de Copa e de mundo, ou ainda, de 2014 e Brasil sem gastar 20 milhões para promover-se entrando neste clima verde e amarelo. E nesta finta toda, campanhas criativas e impactantes surgiram neste emaranhado de sentimentos e ações que é a Copa.

Como não render-se aos encantos dos comerciais brilhantes da Nike? “Arrisque tudo” mostrou sonhos de moleques, esses que jogam bola na rua da sua casa, se realizando em um mundo imaginativo, afinal, qual deles não quer ser Neymar ou Cristiano Ronaldo e qual publicitário não quer impressionar e conquistar seu público. E o que dizer da animação que rodou minha timeline e provavelmente a sua, “O último jogo” veio com um roteiro divertido e diferente do que até então tínhamos visto. A Adidas não ficou de fora e estrelou jogadores como Messi, Daniel Alves, Suárez e Özil no filme “O sonho de Messi na Copa do Mundo” dirigido por Fernando Meirelles, bancaram também a produção com grandes jogadores como Beckham e Zidane em “Partida em Casa” atingindo milhões de espectadores.

Tivemos campanhas incríveis no Brasil como a do Itaú e Coca-Cola. “Mostra tua força Brasil” é um comercial agradável e forte, tornou o jingle quase um “hino” da Copa, “Juntos em todas as Copas” foi uma das grandes promoções da Coca-Cola no Brasil, que abraçou também vários comerciais no mundo todo. Campanhas com as tradicionais zoadas em Argentinos ficaram por conta da Skol e da Oi, mas temos que torcer o braço para os hermanos que não deixaram por menos, criaram um comercial emocionante com imagens da visita do Papa ao Brasil na campanha “Se um argentino fez isso no Brasil, imagine 23”.

Acompanhar uma Copa na era da internet é no mínimo sensacional, estamos possibilitados a compartilhar com o mundo a emoção de vivenciar este grande evento que é a Copa, mais uma vez, e de receber o que a publicidade tem de melhor para nos oferecer no momento: encanto. Até tentamos resisti-la por todo seu compilado político que trouxe ainda mais sujeira para nosso país, à Fifa por seu ditado ensaiado no nosso futebol, mas conseguimos resgatar o sentimento da mais pura paixão brasileira.

A ideia das ideias, campanha das campanhas, a Copa das Copas, tanto no futebol quanto na publicidade. E em meio a tanta publicidade incrível e de tanta Copa, “O Último Jogo” foi o que fez a festa começar para mim.

Tags:
Mayara Sousa

23 anos. Publicitária, cinéfila e comilona. Nascida em Goiânia, descobriu-se para a comunicação aos 19 anos e desde então vem dedicando-se à área. Dando início e foco ao audiovisual, mas sem abandonar a redação. Entusiasta da música, séries, livros e, claro, uma xícara cheia de café.

  • 1

You Might also Like