Digite para buscar

LEGO – A história, estratégia e 15 curiosidades

Marcelo Cavazzini 28 de julho de 2014
Share

legowallpaper

Com 10 milhões de seguidores no Facebook e com 82 anos de idade, a LEGO continua sendo um fenômeno mundial, esse ano tivemos em cartaz o filme Uma Aventura Lego que na sua estreia faturou 70 milhões de dólares.

Mas o que faz da empresa continuar a ser esse fenômeno mundial?

Um dos grandes diferencias na história da Lego foi de sempre ouvir seu consumidor e de se adaptar as novas realidades.

Mais recentemente o novo presidente, o executivo Jorgen Vig Knudstorp, ex-diretor da consultoria de estratégia McKinsey, decidiu introduzir antropólogos em famílias americanas e alemãs por vários meses, dois de seus principais mercados. Eles conversaram com pais e brincaram com crianças — uma experiência que virou tema do livro The Moment of Clarity (algo como “Momento de clareza”, sem versão para o português), lançado em fevereiro deste ano pelos especialistas Christian Madsjerb e Mikkel Rasmussen, sócios-fundadores da consultoria dinamarquesa Red, que aplica conceitos das ciências humanas ao mundo dos negócios.

Como resultado, descobriram que muitos consumidores mirins tinham tempo disponível para lazer, e que o desafio de montar brinquedos os estimulava algo que contrariava a ideia de que eles só queriam jogos eletrônicos. A saída escolhida foi aumentar o vínculo emocional entre o público e os bonecos, historicamente um exército sem nome e personalidade, e que hoje já contam com nomes e profissões.

Mas vamos voltar no tempo e contar um pouco da história da Lego.

A história

Fundada em 1932 na cidade de Billound, Dinamarca, por Olé Kirk Christiansen, a Lego ainda é um sinônimo de construção e descobertas do nosso imaginário, afinal através daquelas peças podemos construir o que quisermos!

A curiosidade é que as peças de plásticos com encaixes surgiram apenas nos anos 50, antes disso os brinquedos LEGO eram de madeira, e seguiam a profissão de Olé Kirk, um carpinteiro talentoso que viu sua empresa de construção de casas e móveis falir no período de recessão na europeia, ou seja, até esse momento ninguém sentia aquela dor agradável ao pisar numa peça!

produtos lego

Para sobreviver e sustentar seus filhos, ele decidiu então começar a produzir brinquedos de madeira, e pela qualidade e precisão que Olé Kirk tinha, seus brinquedos foram ganhando fiéis consumidores.

Nesse período o Godtfred, um dos seus filhos, vendo os esforços do pai decidiu ajuda-lo na oficina e a ver o funcionamento de toda a cadeia de trabalho.

Foi durante uma feira na década de 50 que Olé Kirk adquiriu uma máquina que produzia peças de plástico e então começaram a produzir os tais tijolinhos de plástico com a ideia deles serem presos juntos, e foi nesse momento que vimos a LEGO se transformar no que conhecemos.

Respeito e a atenção ao cliente, aplicando conceitos mercadológicos

Voltando a importância dada ao cliente, nesse começo os blocos não eram bem vistos ainda pelo público, as pessoas queixavam-se de que aquelas peças não atendiam diversas faixas etárias e tão menos as necessidades das crianças e de suas famílias.

Pensando nisso, Godtfred decidiu criar novos produtos integrados, que pudessem estimular a imaginação e criatividade. A empresa foi dividida em pequenos laboratórios de criação para desenhar produtos que atendessem seus consumidores e assim nasceu o Lego System of Play.

lego system

Ao perceber a importância de estar atento ao que o consumidor quer, foi criado pela companhia a Lego Land, um grande parque da empresa para demonstrar seus brinquedos ao público, e que na verdade é grande laboratório de oportunidades para os profissionais da empresa, era naquele momento eles podiam ver a aceitação e rejeição dos seus novos produtos e desde então essa conexão com seu consumidor é algo crucial para a empresa.

2011.07.06_LEGOLANDAAA_.jpg

 

Recentemente, um dos cases de sucesso mais interessante envolvendo ações de crowdsourcing é o da LEGO no final de 2011.

Ao lançar o site LEGO Cuusoo, o propósito era que os amantes do brinquedo que entrassem, fizessem um cadastro e apresentassem novidades para a marca. Os projetos que atingissem 10.000 votos teriam suas ideias analisadas por uma equipe de engenharia e, caso fossem aprovadas e desenvolvidas, os criadores ganhariam o equivalente a 1% das vendas daquele produto.

O resultado desse site foi um projeto que vendeu 10 milhões de cópias quando 2 jovens criativos sugeriram o LEGO baseado no jogo de videogame Minecraft e em 48hrs tiveram mais de 10.000 votos alcançados travando o servidor do site.

Com o intuito de despertar o interesse e chamar a atenção dos consumidores pelos seus produtos, vitrines das lojas de grandes revendedoras, ganham a decoração de um dos brinquedos da marca. Adesivos no chão e cubos de papelão com as cores da empresa indicam o caminho para os consumidores encontrarem os produtos nas gôndolas das lojas.

Os brinquedos são distribuídos por faixas etárias nas prateleiras, ficando sempre agrupados, o que facilita a busca. As grandes caixas ficam na parte superior, enquanto as menores ficam na parte inferior, ao alcance das crianças. Sempre em destaque nas embalagens estão os temas, faixa etária e a imagem dos brinquedos montados, tudo para facilitar a compra.

loja conceito

Com lojas conceitos em São Paulo e Rio de Janeiro, nesse ano, em Belo Horizonte, o BH Shopping receberá a 4ª Lego Store do Brasil, acompanhando uma estratégia de crescimento no país.

No Brasil, as vendas da Lego cresceram 61% no ano passado, depois de uma alta de 50% em 2012, e a projeção é manter um ritmo forte este ano em 30%. Para alcançar este resultado, a marca manterá a estratégia de lançar grande volume de novidades. Este ano, por exemplo, 237 produtos novos desembarcam no mercado nacional, o que representa uma renovação de 80% da linha do ano passado. Entre as novidades das 23 linhas presentes no país, estão algumas totalmente novas, como The Lego Movie comentado no começo desse post que tende a ser um sucesso de vendas, Mixels, Juniors e Ultra Agents.

CURIOSIDADES DA LEGO

1. Os primeiros Mini figures eram cotocos horríveis, não tinham braços

Lego_curiosidade1

Em 1975, os designers do primeiro time de criação dos blocos da LEGO serraram alguns blocos até sair algo próximo destes cotocos que vemos na imaginação do minifigure da imagem aí de cima. Os avós dos minifigures que conhecemos hoje têm a mesma altura dos minifigures de hoje em dia, só não tinham braços nem expressão facial. Suas pernas também não tinham movimentos, ainda.

2. Eles não podem ultrapassar a altura de quatro blocos

Lego_curiosidade2

Quatro blocos montados um em cima do outro, esta deve ser a altura máxima de cada um mini figure (sem considerarmos seu chapéu ou cabelo). O motivo é simples, eles precisam ter esta altura para que caibam dentro da maioria dos veículos, estruturas e aeronaves da LEGO.

3. Os modelos femininos passaram por vários conceitos antes de serem lançados

Lego_curiosidade3

O mini figure feminino passou por muitas etapas antes de ser oficialmente lançado. Inicialmente eles queriam que os modelos femininos tivessem características diferentes, pernas mais femininas por exemplo, mas no final decidiram que os modelos femininos seriam basicamente iguais e teriam as mesmas pernas padrões dos modelos masculinos.

4. O mistério por trás da cor amarela dos mini figures

Lego_curiosidade4

Os designers da LEGO decidiram escolher a cor de pele amarela de seus mini figures, pois é uma cor neutra, que melhor representa todas as raças e etnias do planeta. Em 2003 os primeiros mini figures com tons de pele naturais foram liberados, como parte do set com o tema LEGO Basketball. Estes mini figures também foram criados à semelhança das pessoas que representavam. No ano seguinte, o uso de tons de pele naturais foi expandido para todos os produtos licenciados, aqueles que foram criados para representar atores de cinema e outras pessoas que existem de verdade. Exemplos populares incluem mini figures dos temas: Star Wars, Indiana Jones, Harry Potter, Street Fighter, Batman, etc.

5. Até 1979 nenhum mini figure masculino tinha cabelo

Lego_curiosidade5

Todos os minifigures masculinos vestiam chapéus até 1979 (que chique!), quando os designers da LEGO resolveram criar os primeiros modelos com cabelo.

6. A quantidade total de mini figures produzidos no mundo encheriam mais de 170 piscinas olímpicas

Lego_curiosidade6[

De acordo com a LEGO, até agora foram produzidos mais de 4 bilhões de mini figures LEGO.

7. Aproximadamente 12 mini figures são produzidos por segundo no mundo

Lego_curiosidade7

Há pelo menos 3655 modelos diferentes de Minifigures produzidos entre 1975 e 2010. O número de modelos cresce a cada ano, só em 2010 mais de 300 novos Minifigures foram lançados pela LEGO.

8. As cabeças dos minifigures são vazadas para prevenir acidentes por ingestão acidental

Lego_curiosidade8[

Assim há uma maior probabilidade do ar passar caso seja ingerido e fique preso na garganta da criança.

9. A maioria dos minifigures não têm nariz, e existe um motivo pra isso

Lego_curiosidade9

A ideia é deixá-los sempre com o mesmo aspecto característico dos minifigures da LEGO. Assim é mais fácil distingui-los.

10. O LEGO Star Wars de 1999 se tornou o primeiro set oficialmente licenciado da LEGO

Lego_curiosidade10

11. A LEGO já lançou minifigures de ouro 14 quilates

Lego_curiosidade11

Em 2007, a LEGO criou 10 mil minifigures cromados do C-3PO para celebrar o 30º aniversário de Star Wars, bem como duas versões de ouro 14 quilates. A empresa de brinquedos embalou aleatoriamente estes minifigures em sets da edição especial LEGO Star Wars na época.

12. O mais raro minifigure já criado

Lego_curiosidade12

Boba Fett do set LEGO Star Wars – Cloud City é um dos mais raros minifigures colecionáveis já criado pela LEGO.

13. Os primeiros a terem molas nos pés e mãos para enterradas

Lego_curiosidade13

Lançados em 2003, os minifigures do set NBA Basketball foram os primeiros a terem pernas com molas, bem como braços e mãos apropriadas para se prenderem no aro ao simularmos enterradas.

14. Os 5000 minifigures Mr. Gold encontrados no mundo

Lego_curiosidade14

Para comemorar as 10 séries Minifigures lançadas pela LEGO, a empresa resolveu presentear 5000 sortudos com minifigures Mr. Gold dourados embalados em kits de minifigures aleatórios.

15. Alguns funcionários da LEGO utilizam minifigures como seu cartão de visitas

Lego_curiosidade15

Os minifigures foram personalizados com seus nomes e informações pessoais para serem usados como cartões de visitas. Gostei da ideia!

Tags:
Marcelo Cavazzini

Publicitário e pós graduado em marketing e vendas, paulista são paulino de coração, além de um curioso por natureza. Sempre que pode gosta de viajar e explorar a história dos lugares que visita. Aficionado em modelos de negócios, principalmente no segmento educacional devido sua experiência profissional, defende o compartilhamento do conhecimento como a melhor forma de desenvolver o ser humano.

  • 1

You Might also Like