Digite para buscar

O culto ao corpo e a influência das mídias

Fernanda Soares 26 de agosto de 2014
Share

Selfie na academia

O que antigamente passava despercebido, hoje é um estilo de vida. O culto ao corpo tornou-se uma máquina de influenciar pessoas a experimentarem uma crescente preocupação com a estética e a beleza. Atingindo todas as classes sociais e faixas etárias esse consumo cultural da boa forma, vem se misturando entre a estética e a saúde.

Na sociedade atual os indivíduos andam em busca da beleza perfeita, e as mídias são as grandes influenciadoras. A televisão leva principalmente os jovens ao consumo desenfreado, mostrando o que é que deve ser feito, projetando imagens de um estilo de vida ideal. Daí é utilizada toda a persuasão em propagandas, para a venda de vestuários, cosméticos, alimentação, setores esses que cada vez mais alavancam em índices de pesquisas por usuários.

O cinema, a revista, os jornais, e até personalidades são utilizadas para mostrar e fortalecer cada vez mais essa idéia de que é preciso ter um corpo bacana e uma estética que acompanhe as tendências. Toda essa manipulação excessiva dos meios de comunicação vem transformando a cultura da população, que passa a migrar para o que é vendido pela mídia, o sucesso e a felicidade.

Para essa mania do culto ao corpo, não basta apenas um corpo jovem, mas também portador de medidas ideais. É importante salientar que cuidados com a saúde é sim fundamental, porém não necessariamente é preciso que seja de maneira intensa e ditatorial. Os limites do corpo devem ser respeitados, e a busca da “forma perfeita”, também.

Tags:
Fernanda Soares

Publicitária, amante de informações e nas horas vagas uma consumidora fiel de séries americanas, sem contar com a paixão pela música.

  • 1

You Might also Like