Digite para buscar

BrandSense: construindo valor

Hygor Nery 16 de setembro de 2014
Share

shutterstock_193169738Foto: shutterstock.com

Mais que uma venda, uma experiência.

Mais que uma vertente do Branding, o Brandsense é a capacidade de despertar lembranças e emoções através de estímulos sensoriais. Desta forma, uma marca consegue ser reconhecida e lembrada, destacando-se das demais.

Seu principal objetivo é associar a marca às emoções das pessoas. Porque através de estímulos sensoriais nossa emoção é ativada e isso influencia o nosso processo decisório.

Há quanto tempo você não vivencia um daqueles momentos em que tudo parece que vai dar certo, seus pensamentos otimistas, seu pulmão cada vez mais vivo? Uma marca pode te oferecer esse momento? A resposta é: sim. Atualmente as marcas preocupam-se em passar tantas informações que se esquecem de parar para ouvir as pessoas, entender seus anseios e cultivar seus valores.

Apesar de ser um tema de extrema relevância, ainda é pouco explorado, principalmente pelas marcas brasileiras. Contudo, algumas marcas vêm se destacando no mercado, utilizando uma estratégia de comunicação mais humanizada, estimulando o lado sensorial das pessoas. Um bom exemplo é a Apple. Certos produtos da Apple contêm um cheiro específico para que as pessoas com deficiências visuais consigam reconhecer que aquele produto é daquela marca – é um produto Apple.

Brandsense ainda é algo subjetivo, seus benefícios são intangíveis. Mas, quando falamos em experiência do consumidor em relação a uma marca, não significa apenas se o produto funciona corretamente ou se a empresa promoveu uma promoção de venda especial. Brandsense é muito mais do que isso, é criar um universo de identidades reconhecidas pelos consumidores, usando os sentidos para gerar valor a marca.

É mais comum vermos campanhas que provocam os estímulos da visão e da audição, o que eu vejo e o que eu ouço, mas, apesar da dificuldade, entender e criar ações que utilizem os distintos sentidos das pessoas está gerando um adicional de valor imprescindível à marca. Outro bom exemplo é o caso de sucesso da Heineken Touch, que explorou um importante sentido humano: o tato. A lata da Heineken Touch tem um acabamento especial, feito com verniz, criando uma superfície em alto relevo, fazendo com que o consumidor perceba a diferença dessa marca em relação às demais existentes no mercado. E é isso que acontece quando as emoções das pessoas são provocadas e associadas às marcas: ganho de valor.

Antes de qualquer ação de Brandsense, devemos conhecer exatamente o que a nossa marca significa, qual sua essência e o que as pessoas esperam dela. Marcas fundamentalistas estão fadadas a não enxergar o óbvio.

É claro que, inicialmente, é quase impossível despertar todos os sentidos, na mesma intensidade nos diversos perfis de consumidores, porque isso implica em conhecer bem seus interesses, preferências e principalmente sua bagagem cultural. Cada sentido será ativado de uma forma diferente pra cada perfil. Assim como as pessoas, as marcas têm seu DNA. Criar uma conexão da essência de uma marca com o ambiente externo é o ponto chave. E a cada estímulo de sentido ativado em longo prazo será um ganho que fará toda a diferença nos momentos de crise.

No processo decisório de escolha do sentido que é mais viável e que melhor irá representar a essência da sua marca, ter uma estratégia flexível pode fazer toda a diferença. Então, primeiro, tente responder a pergunta “Qual a impressão que quero causar?” Já conseguiu identificar qual dos sentidos representará melhor a essência da sua marca? A resposta sempre está na nossa cara, só precisamos arrumar um jeito de ver ou ouvir. As possibilidades são muitas.

Mais do que inovar, as marcas precisam estar numa comunicação integrada, observar as causas dos momentos de felicidade das pessoas, proporem experiências positivas contínuas, cativar seu público alvo. E através de uma conexão subjetiva no cérebro das pessoas, fidelizá-los.

E lembre-se: suas ações de marketing devem criar estímulos, não uma necessidade.

Tags:
Hygor Nery

Hygor Nery é estudante de Administração, atuando na área de Marketing para Franchising. Carioca de coração. Apaixonado por marketing e comportamento humano. Agora, deixe-se envolver pelo blog!

  • 1

You Might also Like