Digite para buscar

O poder do seu discurso

Mariana Oliveira 6 de outubro de 2014
Share

pmo-fact-find

A excelência profissional e a competitividade no mercado de trabalho não estão associadas somente a um bom currículo. É muito comum que ocorra uma igualdade entre os candidatos durante um processo seletivo, em relação ao nível de conhecimento, habilidades, etc. Quando isso acontece, muitas vezes o que irá determinar a escolha dos gestores é o discurso do candidato. Muitas pessoas ainda não se aperceberam da importância de sua oratória, e deixam de aprimorar esse aspecto tão importante.

Talvez você nunca tenha reparado o poder dessa ferramenta e conceito, que pode tanto construir quanto destruir ideias. Pois bem, o fato é que você sempre usou e usará do discurso para tudo na vida. Porém, a grande diferença dos profissionais da comunicação é que, para eles, o uso da fala deve ser mais consciente.

Segundo o dicionário o discurso é a exposição de pensamento, proferidas em público, feitas de improviso ou antecipadamente escritas com esse propósito. O termo em si é carregado de vários significados. Para comunicadores, o mais importante deles é o que explica que o discurso é um conjunto de ideias organizadas, por meio da linguagem, de forma a influenciar o raciocínio.

Em muitos momentos nossa oratória deverá ser improvisada e, para que isso não seja um verdadeiro desastre, é preciso conhecer os limites e potenciais do nosso discurso. Nem sempre será possível preparar e organizar nossa fala diante do cliente, professor, colega de trabalho, chefe e por aí vai. E, por isso, devemos investir em autoconhecimento e sensibilidade para criar empatia com o expectador. Esses dois conceitos podem fazer toda a diferença.

Muitas pessoas enfrentam problemas para expor, de maneira clara, seus pensamentos. Se você passa por isso, tenha em mente que é perfeitamente normal. Porém você não deve ficar omisso ou estagnado nessa situação, existem várias maneiras de treinar e aperfeiçoar seu discurso.

Mas porque devo melhorar meu discurso? Muitas pessoas pensam: na minha profissão eu não tenho interação direta ou significativa com pessoas, logo não preciso interferir nessa área. Certamente existem profissões onde o contato com público é menor, de fato. Mas pense que em algum momento, mesmo que seja com seu colega de trabalho, você terá de explicar o conceito da peça gráfica que está criando, ou participar de uma reunião de brainstorming para opinar, um seminário em sala de aula, entre outras circunstâncias. Sempre será atribuída mais credibilidade as pessoas que falem com mais propriedade e consistência do assunto, adjetivos que estão presentes em um bom discurso.

Seja para defender seus pensamentos, inspirar, persuadir, ou desfazer conceitos, é necessário que seu discurso esteja afiado. Talvez, para muitas pessoas, isso pode ser um desafio, mas, tenha em mente que vencê-lo significa obter benefícios imensuráveis. Dialogar sem ruídos nos leva a outro patamar da comunicação genuína. E esse seja, talvez, o grande problema da sociedade: a falta de sabedoria para discursar. Afinal, com isso, outro grande problema surge: a má interpretação do expectador.

Conclui-se, portanto, que: seja para o quesito profissional, pessoal, intelectual e muitos outros âmbitos da nossa vida o discurso pode ser um grande aliado. Ser ouvido de forma eficiente requer um discurso eficiente, então não negligencie esse conceito.

Tags:
Mariana Oliveira

Mineira de 23 anos, formada em comunicação visual e atualmente cursando Produção Multimídia, que vê na redação um hobbie. Tive a oportunidade de trabalhar em várias áreas da comunicação, hoje escrevo sobre essas experiências que vivi (e ainda vivo) nessa digníssima profissão. Paixões: sucrilhos, pizza, seriados americanos, artes e redes sociais. Motivações: Deus, família e amigos.

  • 1

You Might also Like