Digite para buscar

Perfeito é imperfeito: respostas a campanha The Perfect ‘Body’, da Victória’s Secret

Gabriela Araújo 7 de novembro de 2014
Share

A ditadura da moda, que impunha corpos perfeitos e inalcançáveis, finalmente está sendo substituída pela democracia da beleza; as mulheres perceberam que cada uma tem seu próprio biotipo, e só um havia sendo cultuado pela mídia – da qual aliás, fazemos parte.

Após o sucesso mundial da campanha “Real beleza”, da Dove, a Victória’s Secret vai pelo caminho contrário, lançando a campanha “The Perfecty ‘Body’” – que, claro, foi rejeitada pelas consumidoras. Mas, fica a dúvida: o que será que a marca está tentando buscar?

foto1

Será que a Victória’s Secret está tentando rebuscar o “corpo perfeito”, com o qual trabalhou durante tantos anos? Há uma resistência da marca de perceber que os padrões mudaram? Ou haverá uma mensagem subliminar por trás das aspas no ‘body’?

A repercussão da campanha foi tão negativa que há até uma petição online que solicita um pedido de desculpas, que conta com mais de 26 mil pessoas insatisfeitas.

Aproveitando a oportunidade, outras marcas de roupas íntimas promoveram campanhas de resposta à concorrente. A britânica JD Williams convida as mulheres a se sentirem confiantes com o próprio corpo com a hashtag #PerfectlyImperfect, compartilhando seus defeitos favoritos.

foto2

A Dear Kate criou uma resposta na mesma linha, mas com uma foto mais impactante e utilizando modelos reais, incluindo uma médica, uma artista, uma CEO e uma empresária de moda. O site da marca está, no momento, focado em sua campanha para desarmar a Victória’s Secret, com links para a petição, retweet ou compartilhamento. Segundo eles, a concorrente apelou para um marketing irresponsável, e prega que eles podem mostrar uma multiplicidade que um corpo perfeito pode ter.

foto3

Tags:
Gabriela Araújo

Enquanto tento não pirar após ter me formado em Publicidade, trabalho como planner digital e social media no interior de São Paulo - viajando em qualquer fim-de-semana que der uma brecha. Meta de vida: trabalhar como publicitária em uma casinha na praia com uma biblioteca enorme.

  • 1

You Might also Like