Digite para buscar

Já ouviu falar do Pâncreas Biônico?

Vinicius Maciel 4 de dezembro de 2014
Share

pancreas-bionico1Preocupado com a saúde do filho David, Ed Damiano – engenheiro da área médica – descobriu uma ferramenta muito útil para as pessoas que têm diabetes. Aos 11 meses de vida o seu filho foi diagnosticado com a doença, o que gerou uma extrema preocupação. O pai do garoto conta que acordava várias vezes na noite para acompanhá-lo.

Ed decidiu aplicar seus conhecimentos e testar uma nova forma de diminuir a preocupação e ajudar muitas pessoas que sofrem com a doença. Foi aí que deu início as pesquisas para o desenvolvimento de um gadget que auxilia a manutenção e a medição de glicose no paciente. Essa iniciativa deu início a um novo ciclo na indústria de medicina.

O diabetes tipo 1, é uma doença autoimune que destrói as células do pâncreas que produzem insulina, hormônio responsável por transformar o carboidrato dos alimentos ingeridos em energia. Apesar da doença não ser tão comum, a sua cura ainda não foi descoberta. Porém é preciso ser praticamente um artista para injetar a dose certa de insulina no paciente.

A pesquisa começou a ser desenvolvida junto aos especialistas da Universidade de Boston em 2005, quando David tinha apenas 5 anos de idade. O maior desafio era criar um equipamento que fizesse a dosagem correta de insulina, de acordo com a necessidade dos pacientes. Além de funcionar dia e noite para evitar o excesso de açúcar.

Foi então, que depois de muitos testes e muitas horas de pesquisas, foi criado o Pâncreas Biônico, sensor capaz de monitorar os níveis de glicose no sangue e enviar todas as informações para um iPhone, onde foi instalado um app criado só para essa ferramenta. O aparelho será apresentado ao conselho de medicina dos EUA em 2015 e poderá ser utilizados nos pacientes a partir de 2017.

pancreas-bionico-2 pancreas-bionico4

Tags:
Vinicius Maciel

Publicitário, paulista, 22 anos, diretor de arte, fotógrafo, músico por esporte e família é minha base. Brincalhão, nerd e viciado em superheróis. Comecei na publicidade sem saber direito o que fazer e hoje uma paixão que alimento a cada dia.

  • 1