Digite para buscar

A ilustração/animação na publicidade é uma moda passageira?

Yorhán Araújo 14 de Janeiro de 2015
Share

redbull

A ilustração e a animação são antigos conhecidos do nosso meio, principalmente a ilustração que está na publicidade desde antes as décadas de 60 e 70,, porém foi deixada de lado nos anúncios por causa da fotografia que acabou ganhando seu espaço, diretores de arte adotaram o realismo como tendência, embora algumas ilustrações beiravam ao realismo nada se igualava a fotografia. Porém, a ilustração vem ganhando espaço novamente e não vem sozinha, ela está acompanhada da animação, uma nova tendência pode-se dizer mas que marcas como a Red Bull fazem há um bom tempo, então é ou não uma tendência?

Acredito que sim e não, é de fato uma tendência quando ambas as técnicas andam bem mais utilizadas do que antes, mas a animação e a ilustração nunca deixaram de ser usadas. Daí posso afirmar que é uma tendência, só que não tão passageira como outras técnicas que usamos no dia a dia publicitário e que com o passar do tempo fica obsoleta.
Na animação temos trabalhos dos mais diferentes estilos, que vão de um simples traço artístico à uma elaborada produção em 3D, com um único objetivo: contar uma história em pouquíssimo tempo e encantar o consumidor com os personagens, por exemplo temos a tartaruga da Brahma, a Red Bull já citada, o urso polar da Coca Cola entre outros que vemos em grande numero nos anúncios do YouTube.

Já na ilustração temos identidades visuais baseadas nelas como o festival Lollapalooza, as Olimpíadas de 2014 que também pega a animação e diversas outras marcas que usam a ilustração não necessariamente para o público infantil, pois, todos gostamos de uma bela arte ilustrada, porém, muitos de nós não admitimos.

Para concluir, a animação e a ilustração dão um ar diferente a publicidade, um ar lúdico, harmônico, confortável de se ver e que alcança resultados que talvez outras técnicas não alcancem, logo ela não pode ser substituída e não será passageira.

Tags:
Yorhán Araújo

Quase ilustrador, quase escritor, quase publicitário, porque viver de "quase" é sempre uma busca por melhorar... Ou quase.

  • 1

You Might also Like