Digite para buscar

Marcas Brasileiras: trajetória para o sucesso – Parte 1

Diogo Mattos 11 de Fevereiro de 2015
Share

Durante o mês de Novembro de 2013, produzi para o Plugcitários uma série exclusiva sobre as marcas Brasileiras exemplos de sucesso e prosperidade, releia nos links http://bit.ly/1DDdbc7, http://bit.ly/1vuSKzh, http://bit.ly/1xt9lxJ e http://bit.ly/1zSCvMp. Nos comentários sofri algumas críticas por apresentar empresas não tão exemplares assim, portanto repensei durante 1 ano e meio quase e resolvi traze-la mais uma vez para vocês, porém um pouquinho diferente. Apenas três por post, um novo título para a série e um foco maior em suas histórias, divido em 4 partes, totalizando portanto 12 grandes marcas tupiniquins. Sendo assim, vamos a elas.

hering

Hering

Figura em 15º lugar no ranking das marcas mais valiosas de 2014 e considerada uma das favoritas do público, a marca vem conquistando cada vez mais mercado, mesmo depois de 130 anos de história. Foi fundada em 1880 pelos irmão Bruno e Herman Hering em Blumenau, Santa Catarina, sendo primeiramente batizada como Tricotwaren Fabrik Gerbruder Hering. As primeiras peças que marcaram a empreitada empreendedora dos irmãos alemães no Brasil foram produzidas em um tear circular e um caixote de fios comprados por Herman na época anterior a inauguração. A longa tradição tecelã da família ajudou e muito na consolidação das bases dessa hoje grande rede varejista.

Após a morte de Herman, em 1918, a empresa já era comercialmente conhecida e rentável mas apenas 11 anos depois deslanchou com a descentralização da costura e portanto a abertura de novas fábricas. Em 1966 a exportação se iniciou, em 70 chegou aos catálogos da marca a tradicional camisa básica e em 80 se consolidou em todo o país. Nos anos 1990 firmou-se o conceito Hering Store com artigos para toda a família, a rede de franquias se firmou e se ampliou por vários estados começando no Rio de Janeiro e volume tornou-se seu nome e sobrenome.

Porém em 2002 foi necessário um novo conceito, o das lojas mais enxutas com até 100 metros quadrados. Nesse período foi quando o portfólio de produtos foi expandido para acessórios também, em 2008 as lojas online inauguraram uma nova era de mais e mais expansão chegando até a inauguração de um museu em 2010. Hoje a Cia Hering conta com as marcas Hering, Hering for you, Hering Kids, Puc e Dzarm.

E como prometido, uma pequena curiosidade antes de passar para a próxima marca: o nome Hering significa “arenque” em português, um peixe tipo sardinha, dai vem o logo com dois pequenos peixes representando os criadores.

Mais no site: http://www.ciahering.com.br/novo/

totvs

Totvs

Tira onda de estrangeira pelo seu imenso sucesso lá fora, mas é Brazuca mesmo e posiciona-se em 22a no ranking das marcas mais valiosas de 2014. A empresa é tida como a maior fabricante de Softwares e aplicativos do Brasil, sendo a 6a maior do mundo, liderando o mercado na América Latina. Iniciou em 1969, para atender serviços gerais de informática servindo em um pequeno escritório, fundado por Ernesto Mário Haberkorn com o nome de SIGA (Sistemas Integrados de Gerência Automática).

Pouco tempo depois, juntamente com Laércio Consentino, diretor da atual empresa, Haberkon fundou a Microsiga voltada para médias e pequenas empresas. Em 1989 as duas companhias se fundiram e apenas em 2005 o nome Totvs foi cunhado (pronuncia-se tótus) significando “tudo” ou “todos” em Latim, o que remete a sua história que hoje conta com 27 empresas em 10 segmentos e por isso carrega o V no lugar do U.

Os principais slogan que marcaram sua história foram: “Acredite no Brasil. A Totvs acredita na sua empresa”, “Compartilhe o novo mundo” e “Igual, sendo sempre diferente”.

Mais informações no site: http://www.totvs.com/

Cielologo

Cielo

É responsável pela captura, transmissão e liquidação financeira de transações de cartões de crédito e débito, atuando então como uma multi-bandeiras. Atingiu o 110 lugar no ranking das marcas mais valiosas de 2014 pela Interbrand, a empresa é hoje uma referencia em seu mercado e conta com um grupo de outras 4 organizações: Orizon, m4u, Braspag, Merchant e-Solutions e Stelo. Foi escolhida a empresa do ano (2014) pelo anuário 3600  na categoria serviços financeiros da Época Negócios e uma das 150 melhores para se trabalhar pela revista Você S/A.

Como vocês puderam ver, essa é realmente uma trajetória bem sucedida, mas para alcançar isso é preciso entender como tudo começou. Nascida em Novembro de 1995, a Cielo foi incialmente chamada Visanet Brasil e constituída graças a junção do Visa Internacional, Bradesco, Banco do Brasil, Real ABN Amro Bank (extinto Banco Real) e o também extinto Banco Nacional. Surgiu em uma época em que o negócio de cartões por aqui era viabilizado diretamente com o banco através do cartão visa. Foi então que o CEO Romulo de Mello Dias viu o nicho e criou a Visanet para supri-lo. Seu objetivo era administrar as relações de todos os estabelecimentos comerciais afiliados ao Visa, realizando então o desenvolvimento de um novo sistema de captura e liquidação financeira.

E foi com este pontapé e propósito que a Cielo chegou aonde está hoje, com tamanho reconhecimento e conquistas, passando pela chegada do atual nome em 2009 e seu acesso ao idolatrado vale do Silício com a aquisição da Merchant e-Solutions em 2012. O novo nome foi escolhido por significar céu em Italiano, o que reforça seu novo posicionamento a época: abrabgência nas ações, ampliando sua rede. A denominação também remete ao sobrenome de um grande nadados Brasileiro e garoto-propaganda da marca, César Cielo. De fato, depois de tudo, vemos que a organização faz jus a sua trajetória: “Nada supera essa máquina”. Pelo menos por enquanto.

Mais no site: www.cielo.com.br

Bom, por hoje é só, mas os convido a deixar sua opinião nos comentário nos contanto o que achou da série e se gostou, não deixe de curtir e compartilhar também nas redes sociais. E te convido a ficar ligado na próxima postagem da série que traz mais três grandes marcas: ingresso.com, BTG Pactual e Porto Seguro.

Tags:
Diogo Mattos

Tenho 27 anos, sou publicitário, especializado em redação, recém formado em mídia e comunicação pela University of East London, localizada em Londres. Aqui estou, para agregar minha visão de redator publicitário ao fatos da publicidade atual que mais chamam nossa atenção. Também escrevo para o meu blog pessoal www.activebrain-diogo.blogspot.com, onde publico artigos em inglês e português sobre temas relacionados ao mundo da comunicação e mídia atual.

  • 1