Digite para buscar

As marcas e o mundo digital – “A Conversão”. (Parte 1/4)

Pedro Zucaroni 7 de Abril de 2015
Share

shutterstock_262207442

Imagem: shutterstock.comComeço com uma afirmação em alto e bom tom (de tanta certeza!): Grande parte do mercado não sabe o potencial e o grande grau de eficiência das ferramentas a disposição no mundo digital, ou não trabalham com toda a eficiência que a rede permite.

Por quê? Bom, são vários os motivos, mas os principais são a jovialidade de todo este universo aliada a grandes e constantes mudanças que ampliam as opções e formas de trabalhar. Ou seja, no âmbito digital, se piscar, você pode ficar pra trás e, em pouco tempo, suas estratégias que pareciam inovadoras passam a ser ultrapassadas ou inviáveis devido ao algoritmo que mudou, alguma nova legislação implantada, ou criação de ferramenta mais efetiva e direcionada, enfim, a dica primordial é: Fique antenado (a)!

Por exemplo, atualmente, a atenção e conteúdos exclusivos para mobile deve ser redobrada, o investimento em conteúdo cresce constantemente, as redes sociais se solidificaram nas estratégias, seja no B2C ou B2B, o “one-click-payment”, ou “botão comprar” surgiu, enfim, sempre há inovações e mudanças relevantes para os planejamentos e estratégias.

Escreverei uma série de 04 colunas para tratar detalhes de cada etapa do escopo padrão, ops, quer dizer, do escopo atual do fluxo (padrão é uma classificação muito arriscada para tudo que se diz respeito a estratégias nos dias de hoje).

Podemos considerar o fluxo: (1) Definir e planejar estratégia e branding > (2) Definir identidade e conteúdo do HUB (“concentrador web”) > (3) Planejar, criar, distribuir e analisar conteúdo “on going” > (4) Mapear plataformas e colaboradores, planejar e executar a promoção de todo este conteúdo > (5) Definir métricas, medir e analisar todo o fluxo gerado > (6) *LEAD* > (7) Analisar e filtrar > (8) Relacionar > (9) Converter > (10) Entregar, superar a expectativa e cultivar.

Na próxima semana vamos abordar as etapas (1), (2), (3) e (4).

Tags:
Pedro Zucaroni

Lado direito do cérebro umas 3x maior que o lado esquerdo. Publicitário, curioso, questionador, persistente, insistente, abomina o mal humor, não vive sem música e pratica a descrença do impossível. Profissionalmente, fissurado pela arte de trabalhar "alma e personalidade" de marcas a fim de despertar sentimentos dos semelhantes e por consequência uma relação duradoura. Diretor de Arte e Sócio da Y3mkt (gestão de marca/social media/digital) em Santos, SP.

  • 1

You Might also Like