Digite para buscar

Cobrar a mais de você é injusto? O salário dela também é.

Gabriela Araújo 22 de Abril de 2015
Share

campanha-igualdade-salarial

Essa é para você, homem. O quão revoltante seria sair para jantar, e todos os preços acrescentarem 30% a mais pelo simples fato de você… Ser homem?

– É uma simples discriminação de gênero? – pergunta o cliente.

– Sim! – responde a garçonete.

Um absurdo. Será que a sua reação seria a mesma dos fregueses do restaurante Ramona, de São Paulo?

Até deu vontade de pagar os 30% a mais? Justo! Essa é uma campanha da agência Agnelo Comunicação, para mostrar que no Brasil as mulheres recebem 30% a menos que os homens, desempenhando as mesmas funções. E pode ter certeza que, no mercado publicitário, isto é muito comum.

“Vimos que o feminismo passou a ser amplamente discutido nas redes sociais e a publicidade não fica de fora dessas discussões. O público já não aceita marcas com posicionamento machista e elas precisam se retratar frequentemente”, diz Camila Gurgel, uma das idealizadoras da campanha.

Tags:
Gabriela Araújo

Enquanto tento não pirar após ter me formado em Publicidade, trabalho como planner digital e social media no interior de São Paulo - viajando em qualquer fim-de-semana que der uma brecha. Meta de vida: trabalhar como publicitária em uma casinha na praia com uma biblioteca enorme.

  • 1

You Might also Like