Digite para buscar

Colocando um rosto em um crime anônimo

Gabriela Araújo 19 de Maio de 2015
Share

The Face of a Litter

Esse título poderia ser sobre um seriado policial, mas é sobre uma campanha publicitária em Hong Kong. Atenção: salve esse link como referencia para campanhas f*dásticas mundiais!

O problema? O lixo descartado nas vias públicas das metrópoles. A solução? Estampar o rosto das pessoas que deixaram esse lixo na rua em cartazes pela cidade. Qualquer semelhança com os cartazes de bandidos de faroeste é mera coincidência.

Mas, como? Muito simples! Para os chineses, claro. Só de pensar nos custos dessa ação para o Brasil, me deu calafrios. A OgilvyOne Hong Kong, em parceria com a ONG de defesa do meio ambiente HK CleanUp, a  SnapshotTM DNA Phenotyping e  o laboratório Parabon NanoLabs, dos Estados Unidos (ufa!), criou a campanha The Face of a Litter.

Para criar a reconstrução física dos “criminosos”, foi usado o DNA encontrado nos produtos descartados. Genial, porém perigoso – e se houver mais de um DNA, e “acusarem” a pessoa errada? Parece que é um risco a se correr.

Tags:
Gabriela Araújo

Enquanto tento não pirar após ter me formado em Publicidade, trabalho como planner digital e social media no interior de São Paulo - viajando em qualquer fim-de-semana que der uma brecha. Meta de vida: trabalhar como publicitária em uma casinha na praia com uma biblioteca enorme.

  • 1

You Might also Like