Digite para buscar

As marcas e o mundo digital – “A Conversão”. (Parte 2/4)

Pedro Zucaroni 17 de junho de 2015
Share

shutterstock_140282743Imagem: shutterstock.com

Pessoal, desculpem o grande intervalo para a sequência de nossa saga pelo processo de conversão no mundo digital. Estava envolvido em projetos que me tiraram praticamente todo o tempo, mas deu tudo certo e cá estou de volta para dividir conhecimentos e tentar contribuir para o desenvolvimento de todos os plugcitários!

Bom, vamos iniciar pelas etapas 1,2,3 e 4, vide abaixo.

(1) Definir e planejar estratégia e branding > (2) Definir identidade e conteúdo do HUB (“concentrador web”) > (3) Planejar, criar, distribuir e analisar conteúdo “on going” > (4) Mapear plataformas e colaboradores, planejar e executar a promoção de todo este conteúdo.

(1) Com base nas principais infos da marca, como o seu conceito, posicionamento, público, e demais análises primordiais para a construção da mesma, vamos definir e planejar as estratégias. Ou seja, quais os objetivos, as mensagens, e como vamos alcançar e entregar.

(2) Todos os esforços no âmbito digital tem de ser direcionados para um centralizador da marca (HUB), normalmente um website. Este processo deve ser elaborado com bastante planejamento e cuidado, a fim de se obter layout agradável também para os demais devices (tablet + celular), boa linguagem de programação para mecanismos de busca, e principalmente, conteúdo relevante para o público-alvo. O website precisa ter boa navegabilidade, visual atraente, caminhos curtos e linguagem de fácil entendimento. Lembrando que, hoje, site sem versão mobile é coisa da idade da pedra!

(3) Legal, já temos a nossa estratégia traçada, nosso HUB pronto, e agora? It’s tiiiiiiiiiime! Hora de gerar conteúdo, a isca para o seu público! Isso não é nada simples. É preciso planejar bem, obviamente! Imagens, vídeos, textos, histórias, entrevistas, podcasts, web-serie, e-books, webinars, blog, e-mail marketing, enfim, é preciso entender o que realmente tem relevância para o seu público e criar conteúdo que será entregue para futuros LEADS de sua marca.

(4) Agora é a hora de atacar! Estratégia planejada, centralizador OK e conteúdo pronto? E que comece a distribuição! Mas calma, é preciso entender muito bem as ferramentas, plataformas e influenciadores (redes sociais, youtube, e-mail, blog, portais, influenciadores, blogueiros, entre outros), para que assim, seja traçado o melhor planejamento de entrega deste conteúdo. Além disso, é preciso sempre estar atento ao trabalho de S.E.O junto aos mecanismos de busca e estabelecer análises (quanto mais próximas de “real-time” melhor) de fluxos gerados diariamente. Com o acompanhamento de analytics em dia, ficará mais fácil para tomara as decisões devidas para a marca no âmbito digital.

Estudem, pesquisem e entrem no assunto. Aqui, a teoria tem o intuito atualizar perante as práticas atuais, porém, é preciso ir afundo em cada tema para real entendimento.

Espero que tenham gostado e até a próxima!

Tags:
Pedro Zucaroni

Lado direito do cérebro umas 3x maior que o lado esquerdo. Publicitário, curioso, questionador, persistente, insistente, abomina o mal humor, não vive sem música e pratica a descrença do impossível. Profissionalmente, fissurado pela arte de trabalhar "alma e personalidade" de marcas a fim de despertar sentimentos dos semelhantes e por consequência uma relação duradoura. Diretor de Arte e Sócio da Y3mkt (gestão de marca/social media/digital) em Santos, SP.

  • 1

You Might also Like