Digite para buscar

Quanto custaria estudar em Hogwarts?

Gabriela Araújo 21 de julho de 2015
Share

foto 1 hp

Não importa quanto tempo passe desde o fim da saga nos livros e nos cinemas: descobertas e suposições dos trouxas sempre rondam o mundo bruxo. Desta vez, Kevin O’Keef, colunista do Mic.com, criou uma estimativa do valor anual para se estudar em uma das melhores escolas de bruxaria do mundo: US$ 43.031, ou R$ 135.600.

Achou caro? É que para chegar a este valor, o colunista comparou universidades de elite do Reino Unido com informações do Pottermore. Segundo O’Keef, a anuidade cobrada por Hogwarts seria de US$ 42 mil, um valor semelhante as universidades do mundo real.

Sendo assim, a graduação de 7 anos em Hogwarts sairia R$ 950 mil. A família Weasley teria desembolsado mais de R$ 6,5 milhões se o todos os 7 filhos tivessem terminado os estudos! Isso é possível?

Os livros nunca confirmaram se a instituição de Hogwarts é paga, além de Valter Dursley dizer que “não pagaria para um velho caduco ensinar truques de magia”, no começo da história. Um fundo especial para alunos que não podem pagar também é citado, quando Alvo Dumbledore convoca Tom Riddle para a escola.

foto 2 hp

Porém, o ponto mais importante, é que por diversas vezes o Ministério da Magia interferiu diretamente nas decisões internas de Hogwarts, provando, para muitos fãs, que a instituição é pública. Outro erro na análise de O’Keef, ao meu ver, é a comparação de valores com universidades, ao invés de escolas de elite do Reino Unido.

foto 3 hp

Porém, a estimativa é válida para as compras no Beco Diagonal! De acordo com o Pottermore, 1 galeão equivale a US$ 5, ou R$ 25. Então, os materiais escolares da famosa carta de Hogwarts custam:

Varinha – US$ 42

Caldeirão – US$ 105

Vestes – US$ 576

Coruja – US$ 140

Somados, essa lista sairia US$ 1.031, ou R$ 3. 250. Por esses valores, deu para entender porque os Weslays usam vestes de segunda mão!

E você, o que poderia comprar no Beco Diagonal?

Tags:
Gabriela Araújo

Enquanto tento não pirar após ter me formado em Publicidade, trabalho como planner digital e social media no interior de São Paulo - viajando em qualquer fim-de-semana que der uma brecha. Meta de vida: trabalhar como publicitária em uma casinha na praia com uma biblioteca enorme.

  • 1

You Might also Like