Digite para buscar

Trabalhando em agência: aprenda a dizer não!

Gabriela Araújo 23 de julho de 2015
Share

shutterstock_261869213Imagem: shutterstock.com

Você é um estagiário ou recém-formado, e finalmente entrou na agência que tanto queria! Você precisa mostrar seu valor e ser amado por todos, e faz tudo o que te pedem. Mas os meses vão passando, os Jobs acumulando, e a mania de nunca falar não, começa a ser um problema.

Mais Jobs sem tempo para cumprir o prazo? Não. Fazer algo que não é da sua área? Não. Mais demanda do que você pode dar conta? Não!

Quem lê pensa que eu estou louca. Está vendo como a palavra “não” é agressiva e faz tudo parecer sem sentido? O truque é saber recusar os pedidos no trabalho sem perder a razão.

Quando sempre aceitamos demandas sem recusar, damos a impressão que estamos com tempo disponível. Isso faz os colegas e chefes pensarem que nosso trabalho tem que sair perfeito, e que temos que entregar mais e mais. Calma!

Para começar, nem todos os pedidos precisam ser respondidos na hora. Pense um pouco, organize sua agenda, o tempo que você irá demorar a executar o job. Se o prazo não for urgente, pergunte se pode deixá-lo para o outro dia, encaixando na sua agenda. Se o caso for extremo de realmente não poder aceitar a demanda, não tenha medo de dizer!

Se houver um pedido com prazo urgente de algum superior, apresente sua agenda e negocie prioridades. Você pode fazer isso com o cliente também! Nem tudo é para ontem. Mas o que for, vai paralisar o que for para amanhã, pois toda negociação é à base de troca.

Para negociar jobs e saber dizer não, é preciso ter uma agenda e uma vida dentro da agencia muito organizada: ninguém quer ser babá dos colegas, que precisa ficar contando quantas peças recebeu da criação, se a redação esqueceu de algum texto ou se o atendimento extrapolou o prazo. Atenção!

Para poder dizer alguns “nãos”, é preciso também admitir erros. Se o job está com problemas por conta de um erro seu – ou da equipe que você gerencia – assuma e fique comendo pizza até meia noite se for preciso para que tudo volte ao normal.

Se pedirem para você passar do horário, uma vez ou outra, porque o cliente teve um insight para hoje, também não tem problema. Esse esforço será lembrado lá na frente, quando você for negociar alguns “nãos”.

E falar não para o cliente? No começo é complicado, mas com um bom atendimento você vai virar o BFF dele e tudo vai começar a fazer sentido. Caso ele venha com algum pedido maluco, ou algo que a agencia não possa resolver, não tema em dizer “Não conseguimos atendê-lo dessa forma, MAS posso apresentar outras soluções.”

E se te pedem algo que você não sabe fazer? Pergunte, oras! Você não é obrigado. Mas pergunte antes de começar; não tem coisa que dá mais raiva do que receber um job errado porque o coleguinha não veio conversar com você primeiro. Tenho certeza que ficarão felizes em te ensinar – se livrando de alguns jobs.

E aqueles happy hours que você não quer ir? Bom, para não passar uma imagem de anti-social, seja a pessoa mais gente boa da agencia e finja que é caseiro. Ninguém vai te incomodar.

Artigo baseado em fatos reais.

Tags:
Gabriela Araújo

Enquanto tento não pirar após ter me formado em Publicidade, trabalho como planner digital e social media no interior de São Paulo - viajando em qualquer fim-de-semana que der uma brecha. Meta de vida: trabalhar como publicitária em uma casinha na praia com uma biblioteca enorme.

  • 1

You Might also Like