Digite para buscar

O diário do Coringa: vídeo mostra o estudo de Heath Ledger para interpretar o vilão

Bruno Haulfermet 17 de agosto de 2015
Share

joker_capa_post

O ator americano Heath Ledger fez alguns filmes populares como a comédia romântica Dez Coisas que Eu Odeio em Você, do ano de 1999 e o drama vencedor de algumas estatuetas do oscar O Segredo de Brokeback Mountain, de 2005 mas nenhum deles deu tanta notoriedade e prestígio ao artista quanto Batman: O Cavaleiro das Trevas, onde interpretou o icônico vilão Coringa em 2008.

Nas telonas, o principal inimigo do homem morcego apareceu pela primeira vez em Batman, de 1989 interpretado pelo ator Jack Nicholson. O personagem ganhou densidade e um estudo de personalidade que o experiente ator soube fazer com maestria. Ledger, ao aceitar o papel anos depois, teria uma grande responsabilidade em manter o nível da atuação de Jack. Muito foi dito sobre a dedicação do jovem ator na preparação do personagem durante o período de filmagens (e depois).

Indo de encontro aos comentários e especulações divulgados na mídia, um trecho de um documentário alemão mostrando um diário do ator no período em que filmava O cavaleiro das trevas viralizou essa semana. Publicado ano passado, o episódio Heath Ledger: Liebling der Götter (Favorito dos Deuses, em tradução livre) faz parte da série Too Young to Die e conta um pouco da história de vida do ator, incluindo sua breve carreira. São entrevistados amigos, parentes e colegas de trabalho.

No trecho do vídeo Kim Ledger, pai do artista, abriu o Joker’s Diary (O Diário do Coringa) publicamente pela primeira vez e mostrou detalhes do conteúdo gerado pelo filho. É possível ver anotações variadas, como a palavra “caos”, a famosa pergunta “Why so serious?” e diálogos da cena em que Coringa visita Harvey Dent (Duas-Caras) no hospital. Cartas de baralho (sem deixar de lado a carta coringa), recortes de fotos do personagem Alex DeLarge (do filme Laranja Mecânica), a foto de uma hiena e imagens de palhaços também aparecem no diário.

“Ele se trancou em um hotel por um mês ou mais na tentativa de dar vida ao personagem na própria mente. Isso era típico de Heath em qualquer filme. Ele certamente mergulharia assim em um próximo personagem. Acho que isso era um novo nível” – diz o pai, no curto vídeo de 48 segundos.

No fim do registro é possível ainda ver a escrita “Bye Bye” ( que no contexto poderia representar um “até logo”, “tchauzinho” ou até mesmo um adeus irônico. Só Ledger saberia responder).

O ator morreu dia 22 de janeiro do mesmo ano de estréia do filme após uma overdose de medicamentos. A atuação rendeu ao artista um Oscar póstumo e gerou no público uma expectativa e cobrança com os próximos atores que toparem encarnar o vilão, no futuro. Jared Leto, também ganhador de um Oscar, chega ao cinema ano que vem com sua versão do Coringa em Esquadrão Suicida e promete manter o nível. Será que ele dará continuidade ao legado de Ledger? É esperar para ver.

Fontes: 1, 2 e 3

Tags:
Bruno Haulfermet

Designer, escritor nas horas vagas e curioso. Não saio de casa sem mochila e um fone de ouvido.

  • 1

You Might also Like