Digite para buscar

O site que desmascara os plágios na publicidade

Rodrigo Camargo 28 de setembro de 2015
Share

shutterstock_115913149Imagem: shutterstock.com

Ter uma ideia idêntica na publicidade é mais comum do que se imagina, mas será que alguns realmente chegam a um mesmo raciocínio por pura coincidência? Por algo que ficou no seu subconsciente como referência? Ou será que, uns são abastecidos de criatividade e outros de malandragem? É isso que o site francês Joe La Pompe tenta desvendar.

O personagem mascarado que ilustra o site busca desmascarar, através da ajuda do público, os casos de copias ou os meros acasos originados por linhas de pensamentos semelhantes. Ele disponibiliza, logo abaixo de cada ideia parecida, uma aba onde nela tem escrito “Coincidência ou Cópia – Seja o Juiz”; as pessoas podem clicar na opção desejada decidindo assim uma sentença para aquela ideia apresentada.

Todo o tipo de comunicação é julgada: anúncio, outdoor, guerrilha, filme, digital, campanhas e até peças que ganharam Cannes; não importa o meio, desde 1999 lá está o Joe “bombardeando” qualquer território da propaganda em busca da verdade e da originalidade.

É difícil descobrir se a ideia genial que, às vezes achamos ser única, já não foi feita, mas não custa nada ir atrás de informações para assegurar-se de que seu brilhante insight já não brilhou em outras redondezas.  Além do Joe La Pompe, recomendo conferir revistas como a Archive e os anuários dos clubes de criação, principalmente o CCSP.

Bom, se bater o desespero e não surgir nem 1% de inspiração, jamais se renda à cópia, seja 100% transpiração, pois de tanto insistir, uma hora você consegue. Fique ligado, as coisas boas podem surgir de qualquer lugar, elas podem vir de uma conversa de bar, num diálogo sobre futebol com o porteiro do seu prédio, nas fofocas contadas no salão de beleza, na trama óbvia da novela das oito ou na leitura filosófica de um livro de Dostoiévski. Popular ou sofisticado, não importa, conteúdo é conteúdo. Washington Olivetto sempre diz que ele tira suas ideias da vida e as devolve para vida em forma de publicidade.

Ser criativo é isso aí: usar a vida e não ficar tentando fazer mágica.
Não é preciso tirar coelhos da cartola, mas sim ideias da cachola.

Faça como o Joe: fique de olho em tudo.
Acesse: www.joelapompe.net  – o site é gratuito e não filiado a qualquer empresa ou organização.

Tags:
Rodrigo Camargo

Curitibano, 26 anos, Redator Publicitário, formado em PP pela Universidade Positivo em 2012. Sou muito inquieto e curioso. Gosto muito da expressão "só você mesmo", pois ela geralmente vem de quem faz tudo igual e retrata quem faz tudo diferente. Define quem tenta/consegue fugir da mesmice, contrariar o óbvio e se destacar a ter que acatar.

  • 1

You Might also Like