Digite para buscar

Realidade Virtual: estar dentro da narrativa é fazer parte da história

Fabio Queiroz 15 de dezembro de 2015
Share

Jump

A tecnologia Jump não é nenhuma novidade, em relação à velocidade de adaptação a suas atualizações, porém, sua evolução vem sendo constante agora nas redes. A cada dia que passa a tecnologia ganha espaço em narrativas, seja de programas de Tv, videoclipes ou em divulgação de blockbusters.

Foi ainda neste ano que o projeto de realidade virtual foi apresentado na conferência da Google I/O 2015, na verdade, é uma ideia expandida dos óculos Google Cardboard. Tudo começou no Youtube, mas agora o Facebook se apresenta como um grande difusor da tecnologia após adquirir à Oculus Rift, atualmente, desenvolvedora do projeto ‘’Jump’’ para a empresa. É com maestria que a integração com a rede vem sendo bem sucedida, e basta envolver um ambiente onde existem cerca de mais de um bilhão de pessoas para transformar algo inovador em extraordinariamente revolucionário.

Funciona de maneira simples, uma câmera especial com 16 lentes sobre um tripé filma em um ângulo de 360 graus, de um ponto de vista técnico é mais uma forma de capturar imagens, mas quando acrescentamos uma pitada de emoção à sensação que a tecnologia passa ao assistirmos a um de seus filmes é realmente impressionante. Quem consome o vídeo em questão se sente pelo menos por um instante dentro da história e a palavra empoderar é potencializada pelo seu próprio significado. Veja o case de divulgação da saga Star Wars VII com a tecnologia Jump:

Acelere pelo deserto de Jakku de Star Wars: O Despertar da Força com uma experiência 360 criada exclusivamente para o Facebook.

Posted by Star Wars on Quarta, 23 de setembro de 2015

Quem não se lembra do famoso travelling de Rocky Balboa ao subir as escadas do museu de arte na Filadélfia?

Um movimento de câmera revolucionou uma indústria e deu vida a era da transposição de sentimento. Quem não queria ser Sylvester Stallone naquela cena? A questão é que a tecnologia Jump chega para apresentar uma nova plataforma que engatinha, mas sabe muito bem aonde quer chegar. A realidade virtual ganha seu espaço no mercado e tanto marcas quanto pessoas devem ficar atentos para o consumo deste futuro bem próximo. Um exemplo de marca abusando da nova plataforma é a Samsung:

Construir narrativas para os consumidores já não é mais o suficiente, eles agora querem fazer parte delas.

Tags:
Fabio Queiroz

Estudante de publicidade e propaganda apaioxonado por cinema, boa música e a ideia de um dia ser publicitário

  • 1

You Might also Like