Digite para buscar

Crítica: Star Wars – O Despertar da Força (no spoilers)

Nina Elora 22 de dezembro de 2015
Share

star-wars

Você não achou que nós ficaríamos de fora nessa febre universal, não é. Bom, é claro que fomos conferir o sétimo episódio da saga mundialmente conhecida, que teve início em 1977 e tem conquistado cada geração desde então.

Claro, que você viu pelo menos um comercial ou alguma notícia sobre o fato da bilheteria de estréia ser a maior da história. Fato é que tudo isso não é à toa, além de antigos fãs estarem ansiosos para a continuação da saga, o filme arrebatou a curiosidade de novos espectadores. E digo que apenas as pessoas mais chatas e do contra podem não gostar. O diretor, roteirista e produtor J. J. Abrams (Lost) conseguiu dar continuidade a história sem afetar o antigo final definitivo, e não há dúvida que o elenco totalmente novo dá conta da responsabilidade que cada um deles possui. A história recomeça após algumas décadas desde a morte de Darth Vader, em uma época que o passado se transforma em mitos e lendas, porém a galáxia se vê ameaçada pela Primeira Ordem, organização descendente dos Sith e do Império, tendo na linha de frente Kylo Ren (Adam Driver), o General Hux (Domhnall Gleeson), e o mestre Snoke (Andy Serkis). Em contra ponto, a Resistência ainda persiste, com a General Skywalker no comando. O foco, porém, se mantém em três personagens chaves: Rey (Daisy Ridley) catadora de tralhas das naves antigas, Finn (John Boyega) stormtrooper, e Poe Dameron (Oscar Isaac) piloto da Resistência, que buscam defender a galáxia das ameaças da Primeira Ordem.

Mais uma vez temos uma protagonista muito forte, que é o centro de toda a história e continuará sendo ao longo do resto da trilogia, provando que a princesa Leia terá uma sucessora no páreo, ou até melhor. Muitos talvez tenham achado o novo vilão um pouco mimado, porém isso se explica ao decorrer do longa, já que ele ainda é apenas uma padawan. Muitas referências são feitas aos antigos filmes, o que deixa tudo muito fiel ao que já cativou todos anteriormente, mas o que faz com que o espectador se sinta honrado de ver o novo filme, é o fato de antigos e importantes personagens retornarem a nova historia, principalmente pelo foco da Resistência ser achar Luke Skywalker que sumiu pela galáxia.

Por isso eu digo: aproveite o recesso de fim de ano e as férias, e vá ao cinema aproveitar essa incrível experiência cinematográfica que é ver o novo Star Wars, seja pelo seu antigo legado ou, simplesmente, por ser um dos melhores filmes desse ano.

 

Tags:
Nina Elora

Estudante de Design Gráfico, apaixonada por cinema, livros e séries. Acredito que um pouco de arte na vida de toda pessoa é essencial. E nada melhor pra melhorar o dia do que sorvete e um batom vermelho.

  • 1

You Might also Like