Digite para buscar

Publicidade Consciente

Raphael Sanzio 20 de Janeiro de 2016
Share

shutterstock_264079859Imagem: shutterstock.com

Talvez quando vamos nos aproximando dos 30 anos, a gente vai se perguntando o porquê continuarmos a comprar e comprar. Com o Brasil mergulhado numa crise de incompetência e corrupção a tendência é que os Brasileiros deixem o exacerbado consumismo fajuto impregnado. Obviamente que isso depende individualmente de cada um mas qual é o papel da publicidade nesse cenário tenebroso?

Nos anúncios publicitários, vemos sempre um mundo perfeito, todo mundo sorrindo, sem a menor demonstração de preocupação com as contas vencendo no final do mês. Ainda se adota a falsa sensação de status e as lacunas abertas pela falta de recursos para aquisição dos produtos são expressas no Jornal da Noite como déficit, visto que ainda, o cidadão e bombardeado a todo instante para que não pare de consumir. Sem duvida, no que se trata de marketing a publicidade é uma das maiores forças da atualidade. Trata-se do poder principal que move a indústria, o comércio e principalmente o Pais.

Como profissionais inovadores e não apenas ligados nas novas tendências, mas conhecedores também da saúde econômica nacional, temos a obrigação de contestarmos e promovermos a melhorias e não só “vender geladeira para esquimó”. Talvez deixarmos a propaganda de “criar filosofias” e mostrar soluções. Abordagens e soluções que provavelmente vão evitar o fundo do poço para muitos. Não é necessário deixar de consumir. Temos de conhecer a fundo as estratégias do mercado e difundi-las sem prejudicar tanto o seu trabalho quanto a outra parte, a maioria dos brasileiro.

Nos meus pensamentos negativos eu sempre digo para meus amigo e adolescente (que semanalmente ajudo voluntariamente) que nosso único valor, que não precisamos fazer nenhum esforço, para conquista-lo e o de consumir e que além disso se acrescenta a cultura industrial que induz o consumo desnecessário, alimentando sonhos com facilidades, logo transformam-se em pesadelos e preocupações.

Sou pessimista quanto a melhoria do cenário nacional e penso que o fundo do poço ainda esta bem longe, mas penso que uma nova abordagem de anúncios e publicidade consciente seriam uma grande defesa contra o devaneio criado por certas (maioria) propagandas. Tenho certeza que isso pode ser evitado e criado por profissionais como muitos de nos, no caso eu tenho algumas ideias que outro dia compartilho com vocês, mas e que nem sempre e de interesse dos clientes ou departamento de empresas onde estamos. Penso que ponderar e inovar conhecendo todo o ambiente onde estamos inseridos e um ponto crucial a ser considerado para todos, mesmo vivendo em um País como o Brasil!

Tags:
Raphael Sanzio

Indio-Portugues,foi pra cidade grande Estudar e trabalhar. Tambem fui embora do Brasil para descobrir melhor o sentido de liberdade e explorar o mercado pelo Mundo. Faco especializacao em Marketing Digital em Londres porque nao gasto tanta grana. Criador de Conteudo, Redator e quero fazer algo de util para humanidade. Sou o cara mais feliz do mundo porque no meu quintal tem uma cama elastica, e habitado por uma Raposa de nome Chloe, quatro esquilos e tres gatos gordos que vem me visitar pra pedir comida.

  • 1