Digite para buscar

18 dicas para as mulheres em 1950

Fernanda Soares 21 de Janeiro de 2016
Share

20-1

Que bom que o tempo vai passando e a rotina muda, as pessoas mudam e os direitos e deveres mudam junto com o tempo. Em 1950 as mulheres viviam de forma submissa, era correto que elas fizessem a “lição de casa”. Arrumar, limpar e deixar tudo pronto para quando o seu marido chegasse do trabalho, em outras palavras elas tinham que “viver” para satisfazê-los. Mas, tudo isso faz parte dos costumes de uma época, tradição e parte da cultura. Retratando essa cultura, em maio de 1955, a revista Housekeeping Monthly publicou um artigo chamado “O guia da boa esposa”, que dizia o que a mulher precisava fazer para ser uma boa esposa e boa mãe para os seus filhos. Não se assuste com a tamanha falta de liberdade em que as mulheres dessa época tinham, porém, não deixa de ter sido uma grande verdade, e que ótimo que mudou, cada vez mais está mudando e as mulheres vêm ganhando seu espaço e mostrando o seu gigante valor. Segue o guia!

1. Tenha o jantar sempre pronto. Planeje com antecedência. Esta é uma maneira de deixá-lo saber que se importa com ele e com sua necessidades.

2. A maioria dos homens estão com fome quando chegam em casa, e esperam por uma boa refeição (especialmente se for seu prato favorito), faz parte da recepção calorosa.

3. Separe 15 minutos para descansar, assim você estará revigorada quando ele chegar. Retoque a maquiagem, ponha uma fita no cabelo e pareça animada.

4. Seja amável e interessante para ele. Seu dia foi chato e pode precisar que o anime e é uma das suas funções fazer isso.

5. Coloque tudo em ordem. Dê uma volta pela parte principal da casa antes do seu marido chegar. Junte os livros escolares, brinquedos, papel, e em seguida, passe um pano sobre as mesas.

6. Durante os meses mais frios você deve preparar e acender uma fogueira para ele relaxar. Seu marido vai sentir que chegou a um lugar de descanso e refúgio. Afinal, providenciando seu conforto, você terá satisfação pessoal.

7. Dedique alguns minutos para lavar as mãos e os rostos das crianças (se eles forem pequenos), pentear os cabelos e, se necessário, trocar de roupa. As crianças são pequenos tesouros e ele gostaria de vê-los assim.

8. Minimize os ruídos. Quando ele chegar desligue a máquina de lavar, secadora ou vácuo. Incentive as crianças a ficarem quietas.

9. Seja feliz em vê-lo. O receba com um sorriso caloroso, mostre sinceridade e desejo em agradá-lo. Ouça-o.

10. Você pode ter uma dúzia de coisas a dizer para ele, mas sua chegada não é o momento. Deixe-o falar primeiro, lembre-se, os temas de conversa dele são mais importantes que os seus.

11. Nunca reclame se ele chegar tarde, sair pra jantar ou outros locais de entretenimento sem você. Em vez disso, tente compreender o seu mundo de tensão e pressão dele, e a necessidade de estar em casa e relaxar.

12. Seu objetivo: certificar-se de que sua casa é um lugar de paz, ordem e tranquilidade, onde seu marido pode se renovar em corpo e espírito.

13. Não o cumprimente com queixas e problemas.

14. Não reclame se ele se atrasar para o jantar ou passar a noite fora. Veja isso como pequeno em comparação ao que ele pode ter passado durante o dia.

15. Deixe-o confortável. Faça com que ele se incline para trás numa cadeira agradável ou deitar-se no quarto. Dê uma bebida fria ou quente pronta para ele.

16. Arrume o travesseiro e se ofereça para tirar os sapatos dele. Fale em voz baixa, suave e agradável.

17. Não faça-lhe perguntas sobre suas ações ou que questionem sua integridade. Lembre-se, ele é o dono da casa e, como tal, irá sempre exercer sua vontade com imparcialidade e veracidade. Você não tem o direito de questioná-lo.

18. Uma boa esposa sabe o seu lugar.

24-1 29 30

Tags:
Fernanda Soares

Publicitária, amante de informações e nas horas vagas uma consumidora fiel de séries americanas, sem contar com a paixão pela música.

  • 1