Digite para buscar

A informação que evolui a humanidade

Fabio Queiroz 23 de Março de 2016
Share

A quebra de um padrão é uma ferramenta a qual a publicidade já utiliza a um bom tempo. Seja para impressionar a quem vê, escuta ou sente uma campanha nas mais variadas mídias e redes sociais que o mundo tecnológico atual oferece. Algumas notícias podem impressionar, chocar e até mesmo irritar determinado indivíduo que não concorda com o posicionamento que tal marca expõe, mas vamos analisar os fatos, no mundo não existe mais apenas um disseminador de informação, cenário antes dominado pelos veículos de massa. Graças a internet, o acesso as mais variadas formas de vida nos possibilitou o conhecimento da diversidade.

O ser humano já não é mais conhecido pelos padrões instituídos antigamente por canais de massa. Atualmente, existe a possibilidade de conhecer o que há de diferente no mundo. E quando digo diferente não quero dizer estranho ou anormal, mas sim, livre.

Quem ver uma campanha como esta pode pensar: “Esta marca não tem o direito de colocar uma transgênero para homenagear o dia internacional da mulher’’. Esta é sua forma de pensar, comentar é uma ferramenta a qual a plataforma utilizada permite para que ocorra a interação e participação no post sobre a campanha. Mas no momento em que você denigre o indivíduo, neste caso a modelo Valentina Sampaio, a sua colaboração não passa de um ofensa, o que empobrece um meio de comunicação criado para beneficiar pessoas e conectar saberes.

A marca não teve a intenção de ofender famílias ou pessoas denominadas “conservadoras”, mas, mostrar uma realidade a qual o mundo em que vivemos se apresenta. Valentina é uma mulher pois além de ter nascido uma, escolheu se tornar. Estamos inseridos em um contexto onde a essência das coisas fala mais alto. O conceitual é muito mais explorado e as vias estão mais abertas para a efetivação do que se sente ser exposto.

Esta é a Nikki Christou. Ela tem 11 anos de idade, vive em Londres, Inglaterra, e faz vídeos no You Tube dando dicas de beleza e maquiagem. Nikki já conseguiu arrecadar milhões de reais para caridade. Foi presenteada com um prêmio de bravura pelo príncipe Harry (Well Child) e no mesmo ano, recebeu o “Prêmio Nacional de Diana” por captar recursos para necessitados. Aos 6 anos Christou foi diagnosticada com uma doença rara.

Christou não possui o padrão de milhares de blogueiras que fazem a mesma coisa que ela. A menina quebra um modelo e se sente livre para quebra-lo, pois, possui a coragem e a consciência do que deve fazer para ser feliz.
Deem uma olhada neste jogador.

Nico não representa uma parcela predominante de jogadores. Ele não é um estereótipo, mas um arquétipo embasado na determinação do que é um grande atleta. Parabéns para a Powerade Amsterdã por ter observado isso e ter construído sua campanha para a Copa do Mundo de 2014 com este tema.

Leis, governos, padrões. Tudo foi feito com a intenção de melhorar a vida humana, porém, com o passar do tempo foi-se percebendo que negros eram como os brancos, ditaduras não eram necessárias e a prisão não era um caminho, mas sim uma escolha. Com o auxílio da internet temos a oportunidade de nos informar sobre os mais variados assuntos que existem no mundo.

A beleza não está na flor, mas no que ela representa. Aproveitem o ciberespaço para conectar informações a conhecimentos. Deixem de lado o que te ensinaram na TV e nos jornais a algum tempo atrás. Busquem a evolução desses meios, que além de trazer inúmeras novas possibilidades de consumo, trarão as informações necessárias para uma humanidade melhor. O preconceito é até hoje a base da ignorância que promove a burrice e a maior arma contra ele é a informação.

Fabio Queiroz

Estudante de publicidade e propaganda apaioxonado por cinema, boa música e a ideia de um dia ser publicitário

  • 1