Digite para buscar

A concepção do esporte, pela publicidade

Fabio Queiroz 18 de Abril de 2016
Share

Capa (1)

Campanhas esportivas sempre foram alvo aspiracional de qualquer publicitário, não só por trabalhar visceralmente fatores motivacionais, ferramenta dependente da criação de um conceito bem idealizado, mas também pela produção e realização de filmes espetaculares que cumprem seus objetivos ao transmitirem ao consumidor toda glória de um atleta ou todo o seu trabalho até conquistá-la. Grandes marcas utilizam-se da imagem de alguns atletas para mostrarem a grandeza por trás de alguns esportes. Confira agora a perspectiva das marcas entre a relação do(a) homem/mulher e o “hobby” que os(as) tornam campeões(ãs).

Basquete:

Em sua volta ao Cleveland Cavaliers, o astro LeBron James foi figura principal nas campanhas da Beats e Sprite no ano de 2014. Mas, foi com o case “Together” criado pela Wieden+Kennedy para a Nike que marcou a importância da sua volta ao time.

Natação:

Michael Phelps é considerado um dos maiores atletas do mundo, quebra de recordes e conquistas inigualáveis o fazem ser o dono desse mérito. Percebido isto, a Under Armour em parceria com a agência Droga5 deu vida ao case “Rule Yourself” para este nobre esporte aquático.

Futebol:

O case “The Game Before The Game” assinado pela marca Beats marcou o ano de 2014 pelo seu poder de impacto mnemônico no contexto esportivo de nosso país à época, além é claro de oferecer uma pertinente dose de entretenimento durante 5 minutos. A criação ficou por conta da R/GA

Tênis:

A Beats apresenta-se engajada em campanhas esportivas abordando a influência da música em momentos em que o atleta precisa de motivação e foco para alcançar seus objetivos. Um ótimo conceito e um posicionamento verdadeiro. O case “Rise” com a Serena Williams demonstra isso.

UFC:

Ronda Rousey teve seus dias de glória até encontrar Holly Holm como sua desafiante, porém, anteriormente, a qualidade da atleta foi reconhecida pela Budweiser que a escolheu para ser a imagem de uma das suas campanhas. A criação ficou por conta da agência Africa.

Marcas esportivas ou que recebem uma grande influência do esporte em sua construção, como é o caso da Beats, aprenderam cedo que associações a grandes atletas enriquecem sua própria imagem. Ao pesquisar sobre o tema percebi que poucas mulheres atletas têm o espaço na mídia como merecem, poucas estão à frente de grandes campanhas e poucas recebem reconhecimento pelo mesmo esforço que exercem como seus parceiros atletas. Para ajudar o embasamento desse meu argumento traduzo meu pensamento através dessa campanha criada pela ESPN juntamente à agência Africa:

O esporte é um caminho no qual as semelhanças são aplaudidas e merecidamente premiadas. Devemos nos juntar à procura de efetivar o respeito e o comprometimento oferecido nas competições que assistimos diariamente. Carecemos de observar que dentro de uma esfera que busca campeões, os vencedores diários também merecem a vitória.

Fabio Queiroz

Estudante de publicidade e propaganda apaioxonado por cinema, boa música e a ideia de um dia ser publicitário

  • 1