Digite para buscar

Desenhando com FOGO!

Houari Morais 15 de junho de 2016
Share

A pólvora foi descoberta na China no século “faz tempo” (não se sabe ao certo), por alquimistas que estavam à procura do elixir da imortalidade. Obviamente eles fracassaram (caso contrário eles mesmos poderiam contar essa história), mas como resultado dessas experiências, eles acabaram descobrindo a pólvora e, consequentemente, queimando alguns laboratórios.

Esse material químico foi originalmente empregado na fabricação de fogos de artifício, mas não demorou muito para que passasse a ser utilizado em outras situações, como, por exemplo, para fins militares, para capturar o papa-léguas e até para fazer arte.

Exatamente, para fazer arte!

O pintor americano Danny Shervin, nascido e criado no estado de Wyoming nos Estados Unidos, conheceu essa técnica um tanto quanto inusitada ainda no colégio
(Não sei qual o tipo de aula de educação artística que eles têm por lá, mas tenho quase certeza que na escola onde eu estudei teria certa dificuldade para conseguir pólvora).

O trabalho do artista consiste em distribuir a pólvora ao longo da superfície, formando desenhos de animais que impressionam pela riqueza de detalhes. Depois de terminado, ele põe fogo na obra.

Não sei o que é mais impressionante: se o desenho em si ou se assistir o espetáculo que é o fogo percorrer lentamente o caminho traçado pela pólvora e alterar o tom do material ao queimá-lo, deixando a obra ainda mais bonita.


O que mais me chama a atenção no trabalho de Danny é a poesia de utilizar a pólvora, importante componente das armas de fogo, para fazer arte.

Se você quiser saber mais sobre esse maluco / alquimista / pintor é só acessar o site: http://paintwithgunpowder.com/


Aviso: Não tente fazer isso em casa. E nem em lugar nenhum!

 

Houari Morais

Sou um cinéfilo declarado, nerd de carteirinha, amante da comunicação e eterno curioso. Busco as respostas da vida, mas o Google me diz existirem aproximadamente 12.200.000, então não tá fácil. Uso chinelo de dedo com meia, já pulei na piscina sem lembrar de tirar a pochete e tenho a incrível habilidade de comer uma pizza sozinho. Carrego comigo a grande responsabilidade de ser, muito provavelmente, o único “Houari” que você conhecerá em sua vida. Por isso faço o máximo para ser o melhor “Houari” possível.

  • 1