Digite para buscar

Youtube muda forma de monetizar donos de canais

Fernando Procópio 19 de Janeiro de 2018
Share

Ser criador de conteúdo para o ambiente digital vem se tornando uma tarefa árdua. Aos poucos, grandes plataformas estão mudando características que interferem na forma que as informações chegam ao público ou na remuneração de quem cria e produz. Não faz muito tempo que o Facebook vinha ameaçando colocar um novo algoritmo que reduziria, mais ainda, o alcance orgânico das páginas – promessa que foi oficializada logo nos primeiros dias de 2018.

Agora, a nova plataforma que anunciou mudanças significativas foi o Youtube. O site de vídeos parece querer ganhar um novo espaço de tempo na vida dos usuários, por isso, algumas pequenas alterações já surgiram gerando expectativas sobre o futuro do sistema.  A última notícia deixou muitos youtubers preocupados, pois a partir de fevereiro a forma de monetização do site sofrerá mudanças significativas. Não é segredo pra ninguém que o ganho através do serviço é pouco, mesmo para os famosos que já acumulam grandes números. Agora, de fato,  ficará mais difícil ainda, principalmente pra quem pensa em fazer um canal de vídeos. Para quem ainda não tem acesso ao programa de monetização, só será possível para canais com mais de 1 mil inscritos e que tenham 4 mil horas de vídeos assistidos em 12 meses. Sem dúvidas, um grande desafio pros novos criadores de conteúdo.

A justificativa, tanto do Facebook quanto do Youtube, está ligada as “Fake News”  e conteúdos inapropriados que rodam com mais facilidade no ambiente digital. Mas será que essa é a melhor forma de tratar o assunto? Fala pra gente o que você acha!

Fernando Procópio

Nordestino apaixonado por comunicação, música e mais perto que nunca de terminar a graduação. Amo compartilhar ideias em forma de texto e/ou imagens, sejam elas pessoais ou profissionais. Já me aventurei em direção de arte, marketing e social media. Escolhi a primeira opção.

  • 1