Digite para buscar

Descubra como unir o Marketing Digital e a Experiência do Consumidor

Bia Vasco 29 de agosto de 2018
Share

Quando falamos em Marketing Digital, sugere-se que o “comercial” seja o objetivo principal. Sim, isso não deixa de ser uma verdade. Mas hoje as percepções e experiências do consumidor são muito mais levadas em consideração. Existem inúmeras ofertas e uma enorme variedade de opções surgindo constantemente na vida dele – dificilmente um produto ou serviço é insubstituível – com isso, ganha quem consegue agradá-lo mais.

A posição de “querer vender” foi tomada por “fazer com que ele queira comprar”.

Se você já ouviu falar em UX (User Experience), já tem uma noção disso.

Se associarmos usuário a consumidor fica muito mais simples entender.

Veja um resumo (um tanto poético) disso:

“User Experience é tudo! É a forma com que você sente o mundo, é a forma como você experiencia a sua vida, é a forma como você experimenta um serviço, um aplicativo, um sistema de computador. Mas é um sistema. É tudo!”

— Don Norman, criador do termo “UX (User Experience)”

Uma boa experiência é tudo!

Muitos quando pensam em UX, associam a design. Mas experiência do usuário vai muito além da estética. Uma boa experiência do usuário/consumidor não é apenas como ele enxerga sua marca, e sim como ele se sente em relação a ela.

Veja algumas formas de como dar uma boa experiência aplicadas a diferentes vertentes do Marketing Digital:

Inbound Marketing: Criar um relacionamento de familiaridade e interesse através da produção de conteúdos relevantes. Dispensa explicações, não é mesmo?

Marketing de conteúdo: Uma produção de conteúdo bem feita traz uma experiência  enriquecedora. A satisfação do consumidor andará junto com suas próximas ações. (Solucione problemas, ensine, dê dicas, entregue com excelência o que o consumidor precisa)

E-mail Marketing: Nossa vertente 1.001 utilidades! =D

Uma ferramenta que, bem explorada, pode ser muito poderosa e atender diferentes objetivos. Um canal direto de comunicação que pode funcionar como prestador de serviço, criação de relacionamento e nutrição (usando automação) e disparo de conteúdos materiais que farão com que seu consumidor sinta alguma exclusividade. Repare que muitos substituem o “Receba nossos conteúdos” por “Faça parte de nossa lista VIP e receba materiais exclusivos”.

SEO: Facilite a busca deixando seu site e conteúdo otimizados. Um conteúdo incrível pode ajudar e até mudar a vida de muitas pessoas. Cuide para que ele seja encontrado.

Ads (Social Ads, Busca, Display, Multimídia, Mídia Programática e afins): Propagandas e patrocínios, bem planejados e relevantes, entregam ao consumidor opções relacionadas ao que ele precisa/deseja. Com uma boa segmentação, você irá mostrar seu produtos/serviços para pessoas que realmente tem eles presentes em suas vidas.

UX Design: Sim, já comentei sobre ele acima, e você vai encontrar esse conceito em  diversos cursos da área de marketing digital. O design não é tudo, mas caminha junto ao seu produto, site, conteúdo e tudo que chega até o consumidor. Dê uma boa experiência visual, sem esquecer da utilidade e facilidade de usar. Design sem fluidez é só beleza.

Social Media: Nossas – quase  indispensáveis – redes sociais.

Os consumidores passam muito tempo nelas e estar nesse universo é quase uma obrigação. Redes sociais com bom conteúdo, interação e um bom atendimento por parte da marca se tornam um lugar agradável e constroem relacionamentos.

Social Marketing: Marketing humanitário, focado em causas sociais e apoio a instituições. *Também faz parte dessa vertente o Marketing Verde (sustentabilidade e proteção ambiental).

Hoje o próprio Google apoia esse tipo de marketing onde disponibiliza uma cota de Ads sem cobrança para ONGs (Veja esse projeto Google Grants). Ajudar o mundo é sempre gerar uma boa experiência.

Neuromarketing: Também incluso no pacote de estratégias digitais de sucesso, esse tipo que mistura marketing e ciência, traz informações e produz ações e conteúdos memoráveis baseados nos comportamento humano dos consumidores.

Logicamente, existem muitas opções e vertentes, mas essas são algumas das principais.

*BÔNUS

5 Passos importantes para aplicar estratégias de Marketing Digital:

1 – Entender quem é o seu consumidor e suas necessidades.
Para isso, é usada a construção da persona.

2 – Antecipar suas necessidades.
Se atualizar e perceber o surgimento de coisas que fazem sentido para o seu consumidor te dá o poder de se preparar para melhor para gerar boas experiências para ele.

3 – Mostrar que seus valores são relevantes durante a construção de um relacionamento com ele.

*Se você não consegue associar os valores da sua marca na hora de construir uma boa experiência para o seu consumidor, talvez deva repensar se sua definição de público está certa.

4 – Saber ouvir! Estar atento à dicas, depoimentos e, principalmente, reclamações.

5 –  Estar sempre disposto a ajudar.
Ser prestativo e ter um atendimento de qualidade fazem toda diferença na hora de lidar com seus consumidores.

Enfim, um consumidor que sente uma boa experiência com sua marca cria um elo de comunicação, uma relação de  confiança e tende a fidelização. Além de tê-lo como um boa solução, ainda pode se tornar um divulgador espontâneo. Experiências pessoais podem ser ótimas aliadas à suas estratégias de Branding.

Tem mais alguma sugestão de como usar marketing digital para gerar uma boa experiência ao consumidor? Divide com a gente nos comentários. =)

Bia Vasco

I'm fabulous! Publicitária, Analista de Maketing e designer (as vezes). Apaixonada por conteúdo digital, neuromarketing e neurolinguística. Praticante de artes circenses aéreas, dançarina e atriz (interrompida). A "Multi mulher" e "multi profissional" mais amorzinha que você irá conhecer. Prazer, Bia. ?

  • 1